Redação | Comercial
Acidente

Acidente na BR-153 mata três pessoas da mesma família

Foto: Reprodução/Alô Frutal

Três pessoas de uma mesma família morreram na noite deste domingo (19), em acidente na BR-153. Pai, mãe e filha estavam em um carro que bateu de frente com uma carreta sobre a ponte do córrego Siqueira, situado no km 194, a poucos metros da base da Polícia Rodoviária Federal. A colisão envolveu um Gol com placa de Frutal e uma Scania com placa de Jundiaí-SP. Eram 20h40min, quando a PRF foi acionada para atender a ocorrência.

O automóvel tinha como ocupantes, o produtor rural Ivaldo Alves da Silva, 43 anos (motorista), sua esposa Juliana Paula da Silva Miranda, 37 anos e a filha do casal, Bárbara Aparecida Miranda Alves, de 10 anos. Os três eram os únicos ocupantes do Gol, de cor prata, de placa DCG-0952 e retornavam para casa, na região da fazenda Córrego Alegre, quando ocorreu o acidente. Eles sofreram fraturas múltiplas e foram a óbito no local.

O outro veículo envolvido na colisão, a Scania de placa FBS-8246, tinha como condutor e único ocupante, Joel Correia da Conceição, 38 anos, que não sofreu nenhum ferimento. Prestador de serviços de uma terceirizada da Friboi, o motorista transportava carne em uma carreta frigorífico de placa FGX-8960, também de Jundiaí-SP. Mesmo bastante abalado, ele permaneceu no local do acidente.

Diante da situação, a Polícia Rodoviária Federal acionou a perícia técnica da Polícia Civil para a realização dos serviços de praxe. Após a conclusão do trabalho do perito, os corpos foram retirados do interior do automóvel por equipes da Concessionária Triunfo Concebra, que contaram com apoio de agentes da Funerária Somuf. Para retirar duas das vítimas (Ivaldo e Juliana), foi preciso utilizar o aparelho desencarcerador e cortar partes do carro.

Apesar do automóvel e da carreta, com o impacto, terem permanecido fora da pista de rolamento, durante o registro da ocorrência e retirada dos corpos e dos veículos, o trânsito fluiu em meia pista, por meio do sistema siga/pare. Devido ao baixo movimento na transbrasiliana aos domingos, não houve congestionamentos. Também não foram registrados incidentes com curiosos e saqueadores.

Vestígios deixados na rodovia e marcas de frenagem indicam que o carro pode ter provocado a colisão. O veículo, que seguia no sentido Frutal/Prata, teria invadido a pista contrária e sido atingido frontalmente pela carreta. Como chovia forte no momento do acidente, suspeita-se que a invasão tenha sido causada por aquaplanagem (excesso de água sobre a via).

Quatro horas depois da colisão, em razão da complexidade do resgate, os corpos das vítimas foram encaminhados para o IML (Instituto Médico Legal de Frutal). A liberação, caso a documentação necessária seja apresentada, deverá ocorrer nesta segunda-feira (20). Além de Bárbara, Ivaldo e Juliana são os pais de um adolescente de 16 anos, que no momento do acidente não estava com a família.

Via: Alô Frutal

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.