Acontece

Após acusações de descaso com transferência de paciente, HSJ emite nota de esclarecimento

Após várias divulgações, nas redes sociais, a respeito de um paciente que está internado no Hospital São José e precisa de transferência; o Hospital emitiu, na tarde desta sexta-feira (02), uma nota de esclarecimento.

As denúncias partem do advogado André Janones que, segundo ele, o hospital se nega a transferir o paciente alegando que não há vagas em UTIs de nenhum hospital particular do Brasil. O advogado fez vários vídeos e postagens em seu facebook, dizendo que há uma ordem judicial para que o paciente Lucas Pierazo Silva seja transferido imediatamente, uma vez que precisa de acompanhamento neurocirúrgicos.

Documentos, como a ordem judicial apontada pelo advogado, também foram publicados nas redes sociais após a emissão da nota feita pelo Hospital.

Segundo Janones, a ordem judicial fala que o paciente deve ser transferido imediatamente para um hospital com UTI 3, que é de alta complexidade. Ele também informa que o Secretário municipal de Saúde, Elias Hércules, já se prontificou a cumprir com o mandado judicial para arcar com as despesas financeiras dessa internação. “Ou seja, se não há vagas pelo SUS, o HSJ deve procurar uma vaga em instituições particulares, já que a prefeitura irá arcar com os custos”, disse.

Ele também esclareceu porque fez o pedido de prisão dos diretores do hospital e, não de responsáveis do Poder Público. “Ocorre que quem está descumprindo este mandato judicial são os gestores do Hospital São José. Eu já entrei em contato com hospitais particulares que tem a UTI 3, mas eles falam que questões com relação às vagas disponíveis só são tratadas com o hospital”.

Leia, na íntegra, a nota emitida pela Assessoria do HSJ:

“Acerca de falsas notícias veiculadas nas redes sociais de Ituiutaba, com acusações de que o Hospital São José não cumpre mandado judicial no caso do paciente L.P.S., e que seus diretores “vão ser presos a qualquer momento”, esclarecemos à população que:

• O Hospital São Josénão recebeu, em nenhum momento, mandado judicial;
• O Hospital São José desconhece os motivos pelo qual está sendo atacado;
• O Hospital São José não foi citado judicialmente;

Diante dos fatos, esclarecemos que o paciente L.P.S. está recebendo os devidos cuidados e tratamento em nossa Unidade de Terapia Intensiva – UTI -, conforme nota de esclarecimento divulgada pelo médico intensivista, diretamente à família.

Afirmamos que nossas equipes têm se desdobrado para dar a melhor assistência ao paciente L.P.S. e atodos aqueles que chegam no HSJ precisando de atendimento médico. E que, quando um paciente precisa de transferência a outros centros com mais recursos, imediatamente nossas equipes seguem o protocolo de inclusão no sistema online do SUS-Fácil. E conforme a legislação, o paciente L.P.S. encontra-se nesse sistema e que o HSJ está cumprindo sua obrigação, enquanto prestador de serviços de saúde e instituição filantrópica.

Esclarecemos ainda que o Hospital São José não tem autonomia para transferir pacientes da rede SUS a hospitais particulares.

E quanto ao fato das publicações e acusações contra a instituição, para conhecimento de todos, o Hospital São José já está adotando as medidas judiciais cabíveis.” 

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Lidas

To Top