Redação | Comercial
Acontece

Privatização do trecho da BR 365 e 364, no Triângulo, deve acontecer no primeiro semestre de 2018

O trecho que será privatizado compreende 11 municípios. Arte: Jaqueline Barbosa / Pontal em Foco

O leilão para a concessão rodoviária de um trecho de aproximadamente 437 quilômetros, entre Uberlândia e Jataí (GO), que compreende as BRs 365 e 364, deve acontecer ainda no primeiro semestre de 2018. É o que informa a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), após estudo realizado para a concessão rodoviária.

Esta será a primeira rodovia a ser privatizada no mandato do presidente Michel Temer, e estão previstos 30 anos de concessão rodoviária. Durante esse período, a concessionária responsável ficará a cargo da duplicação de 44 km de rodovia, implantação de 160 km de terceiras faixas em pistas simples, adequação e implantação de 80 km de acostamentos, além de obras como vias marginais (19 km), viadutos (2), passagens inferiores, rotatórias, passarelas, melhoria dos acessos e a recuperação e implantação dos sistemas elétricos de iluminação.

Conforme estudo que teve início no ano passado para definir o sistema rodoviário a ser implantado, serão construídas sete praças de pedágio. As configurações iniciais; bem como adequação da sinalização, recuperação de pontes e viadutos, sistemas de drenagem e, limpeza da faixa de domínio; deverão acontecer antes do início da cobrança do pedágio.

O trecho que será privatizado compreende 11 municípios, sendo cinco em Goiás (Aparecida do Rio Doce, Cachoeira Alta, Jataí, Paranaiguara e São Simão) e seis em Minas Gerais (Santa Vitória, Gurinhatã, Ituiutuba, Canápolis, Monte Alegre de Minas e Uberlândia). Em Ituiutaba, a previsão é que a praça seja instalada no KM 769,2, e a tarifa seja em torno de R$ 7,20 para veículos de passeio.

Arte: Divulgação ANTT

Na última segunda (22), foi realizada uma Audiência Pública em Jataí (GO) a fim de receber contribuições à minuta do edital do Contrato de Concessão e do Programa de Exploração da Rodovia (PER). Outras duas audiências públicas estão agendadas para amanhã (23) e sexta-feira (26), nas cidades de Uberlândia e Brasília, respectivamente, com a mesma finalidade.

Jaqueline Barbosa

Jornalista tijucana, com formação em Comunicação Social / Habilitação em Jornalismo na Universidade de Uberaba

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

CLOSE
FECHAR