Redação | Comercial
Educação

Após nova assembleia, professores do estado continuam greve por tempo indeterminado

Após a assembléia geral, deliberada ontem (28), em Belo Horizonte, na Câmara Legislativa de Minas Gerais, os trabalhadores da educação na rede pública de ensino, decidiram por manter a greve por tempo indeterminado.

A informação é do diretor regional do Sindicato Único dos Trabalhadores em Educação de Minas Gerais (Sind-UTE), Sidnei Marquesi. A questão da PEC 285 que trata da Reforma da Previdência e a Lei da Terceirização também são temas da pauta  nacional de reivindicação dos trabalhadores.

Já, com relação à pauta estadual, Sidnei diz que ontem (28) o governador já sinalizou alguma coisa e agendou uma nova reunião com os representantes da categoria para próxima segunda-feira (03).

De acordo com Sidnei, estima-se que mais de 10 mil pessoas compareceram à essa assembleia, sendo uma das maiores dos últimos 30 anos.

Segundo último levantamento, feito em 24 de março, 16 escolas do município estão com 100% de greve e outras três , aderiram parcialmente à paralisação.

Veja também:

Escolas municipais entram em greve geral a partir de sexta-feira (31)

Jaqueline Barbosa

Jornalista tijucana, com formação em Comunicação Social / Habilitação em Jornalismo na Universidade de Uberaba

Uma resposta para “Após nova assembleia, professores do estado continuam greve por tempo indeterminado”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.