Cotidiano

Em coletiva, Fued e Odeemes se posicionam sobre situação do HSJ; atendimento foi normalizado

Prefeito de Ituiutaba fala sobre crise no hospital São José

Publicado por Pontal em Foco em Quarta-feira, 8 de agosto de 2018
Durante a transmissão, internautas também entraram ao vivo e opinaram sobre a grave situação do hospital

Durante a manhã desta quarta-feira, 8, por volta de 10h, o prefeito de Ituiutaba, Fued Dib concedeu entrevista coletiva à imprensa de Ituiutaba, onde deu o posicionamento do Poder Executivo com relação a situação do Hospital São José – HSJ, que teve o atendimento parcialmente suspenso na última terça-feira, 7, após o anúncio de paralisação de cerca de 60% do corpo clínico atuante na entidade que atende pelo Sistema Único de Saúde – SUS.

Na oportunidade, o prefeito deixou claro que a crise financeiro do hospital de fato não será resolver pelo Poder Público Municipal, ressaltando a necessidade de se transformar o HSJ em hospital regional.

Fued Dib apresentou números, onde mostrou a atenção especial da administração para com a Saúde, evidenciando que não há qualquer dívida pendente entre prefeitura e Hospital São José. Dentre o balanço, o governante mostrou que no de 2017 ocorreu repasse à entidade no valor de R$ 1.997.932,66. Já em 2018, até o dia 7 de agosto foi realizado repasse no valor de R$ 857.500,00.

O prefeito defendeu de forma veemente a necessidade de realização de uma completa auditoria na administração do referido hospital. O político também anunciou um acordo negociado com a direção do HSJ, onde a prefeitura repassará um valor adicional de R$ 150.000,00, recurso que será divido pelos próximos três meses, e que auxiliará na retomada do atendimento à população.

Após ouvir o prefeito, a imprensa presente na coletiva falou com o presidente da Câmara Municipal, Odeemes Braz, que fez duras críticas à administração do HSJ, principalmente, relacionadas às contas e a não divulgação de importantes dados. “Um hospital que vive falido como esse, está dando salas para todos os médicos que lá atendem de graça, sem pagarem aluguel. A Bio Rim há mais de dois anos também não paga aluguel”, afirmou.

O legislador também ressaltou a necessidade de se fazer uma auditoria no Hospital São José. Veja no vídeo acima a entrevista coletiva, bem como a participação de internautas que opinaram sobre a questão do hospital.

Segundo a assessoria de comunicação do Hospital São José, o atendimento foi normalizado nesta quarta-feira, 8, após as negociações iniciadas na última terça-feira, 7. A situação continua em discussão, sendo que nesta quinta-feira, às 14h, haverá uma reunião com a participação dos prefeitos de cidade da região, além de guarda e supervisão do Ministério Público.

Foto: Pontal em Foco
 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

CONTINUAR LENDO

CLOSE
FECHAR