Cotidiano

Juntos com o Henrique: família de Capinópolis realiza campanha em prol do tratamento de bebê que nasceu com má formação cerebral; colabore

Foto: Arquivo Pessoal

A família do bebê Henrique está realizando uma campanha denominada “Juntos com o Henrique”, criança nasceu com Holoprosencefalia Alobar , uma má formação cerebral de linha media, tem fissura labial e palatina, ausência do osso nasal e que precisou fazer remoção de um olho quando tinha apenas um mês de vida.

A família, que é da cidade de Capinópolis, precisa de auxílio para custear o transporte de Henrique de forma segura, bem como realizar a cirurgia em sua face. Doações de qualquer valor podem ser feitas pelo site específico para a campanha em prol do bebê. Clique aqui e acesse!

História de Henrique

Nascido em 30 de janeiro de 2018 no Hospital das Clínicas da Universidade Federal de Uberlândia – HC/UFU, Henrique foi diagnosticado com a má formação desde sua gestação. Após o parto, ele ficou um mês e treze dias na Unidade de Tratamento Intensivo Neonatal, onde fazia o uso de sonda nasogástrica. Ao receber alta e ir para casa, no mesmo dia ele, infelizmente, passou mal.

A família então o levou até o atendimento médico em Ituiutaba, contudo os médicos não conseguiram descobrir o que havia ocorrido, até os familiares conseguirem voltar pro o HC/UFU dois dias após a ida em Ituiutaba. Chegando em Uberlândia, o bebê foi entubado, apresentando quando de bronquiolite, estando desde então no hospital.

Caso a família obtenha sucesso e consiga adquirir os aparelhos que deem suporte aos médicos, será possível fazer a transferência com auxilio de UTI aérea para a cidade de Porto Alegre, no Rio Grande do Sul, onde um cirurgião plástico, que já operou outras crianças com a mesma má formação, deverá realizar o procedimento necessário no bebê e que propiciará seu retorno para casa. Na cirurgia será feita a reconstrução do lábio, palato e o enxerto do osso nasal.

A campanha criada na internet na última terça-feira, 6 de novembro, almeja alcançar o valor de R$ 80 mil. Até o momento, mais de R$ 13 mil já foram arrecadados. Contribua! 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

CONTINUAR LENDO