Destaque

Após sair da Ituiutabana, Gilson Batata ainda está sem contrato para 2013

Curtindo as férias em Santa Bárbara D’Oeste, no interior de São Paulo, o técnico Gilson Batata, que treinou a Ituiutabana durante a campanha do time na 2ª Divisão do Mineiro este ano, ainda não sabe qual clube irá defender na próxima temporada. A frente do time de Ituiutaba, Gilson fez uma boa campanha, mas não conseguiu o acesso. A equipe acabou terminando o campeonato na terceira colocação.

Sereno, Gilson afirmou que recebeu vários convites enquanto treinava a Ituiutabana, mas como estava focado na busca pelo acesso, decidiu deixar as decisões para o período pós-campeonato.

– Foram muitas situações, mas eu não queria acertar com ninguém enquanto não terminasse o campeonato. Os clubes acabaram contratando outros treinadores  – revelou Gilson, salientando que tem a consciência de que a maioria dos times já está praticamente formatada para a próxima temporada.

Com previsão de voltar a Uberlândia no dia 15 de janeiro, Gilson disse que pretende acompanhar o Campeonato Mineiro, tanto do Módulo I quanto do  II, previstos para começar nos dias 2 e 16 de fevereiro, respectivamente.

Dentre os clubes que chegaram a sondá-lo, estão Uberlândia Esporte e Uberaba Sport, dois dos principais times do Triângulo Mineiro. No entanto, na época, ambas as equipes estavam passando por mudanças nas diretorias, o que fez com que o treinador recuasse em relação a alguma negociação.

– A princípio eu não quis acertar, pois não tinha certeza como seriam as mudanças nos dois clubes – revelou.

Em relação aos outros convites recebidos, Gilson explicou que não irá se precipitar e só pretende assumir uma equipe que ofereça boas condições de trabalho.

– Pode ser que algum clube não tenha sido bem armado e decida trocar de treinador. Mas, não pretendo assumir um clube que não me ofereça condições de trabalhar com tranquilidade, contratações para ajudar. Vou acompanhar, ter calma para não dar o bote errado. Não adianta trocar o treinador se o time não tem condições de dar as respostas dentro de campo – afirmou.

Gilson Batata, técnico da Ituiutabana (Foto: Reprodução / Tv Integração)Gilson reconhece que fez bom trabalho em 2012
(Foto: Reprodução / Tv Integração)

Balanço de 2012

Depois de pegar um time que estava há nove anos desativado e levá-lo a terceira colocação do estadual, Gilson Batata reconheceu que conseguiu exercer um bom trabalho, apesar de o objetivo principal não ter sido alcançado.

– Foi muito bom. Todo mundo reconheceu isso. Pegamos um time que não era nada e o colocamos para brigar de igual para igual. Ficamos fora e não subimos por causa de um gol – disse, lembrando da semifinal contra o Minas Esporte, quando a Ituiutabana venceu a primeira partida por 1 a 0 e acabou sendo derrotada pelo placar de 2 a 0 na segunda partida, sendo eliminada.

De acordo com Gilson, o planejamento da equipe foi bem feito. O que faltou, segundo ele, foi investimento financeiro na reta final.

– Não tínhamos condições financeiras de contratar ninguém, muito pelo contrário, pois o clube não estava conseguindo nem cumprir com a folha de pagamento. Foi difícil, pois tivemos que administrar a falta de profissionalismo de alguns setores do clube e a falta de investimentos e estrutura. Enquanto todos os adversários se reforçaram, nós não fizemos isso – relembrou.

Fonte: globo.com

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Lidas

To Top