Destaque

Jogo mortal Baleia Azul pode ter feito primeira vítima no Brasil

Reproduzir os traços de uma baleia na pele, usando um objeto cortante, está entre os desafios do jogo. Foto: Reprodução Facebook

A Polícia Civil do Mato Grosso está investigado se a morte de uma adolescente de 16 anos está relacionada com o Baleia Azul. A jovem pulou em uma represa de grande profundidade para cumprir o desafio final do jogo mortal. O “Blue Whale”, como também é conhecido, acontece em grupos fechados na internet e tem, como desafio final, o suicídio do participante.

O caso foi registrado no bairro Inconfidentes, região central de Vila Rica, próximo de Cuiabá, e, conforme testemunhas relataram à Polícia Militar local, a estudante participava do jogo online. Ela estava desaparecida desde a madrugada de terça-feira (11) e o corpo foi encontrado e resgatado no fim do mesmo dia.

Se confirmado, este será o primeiro caso registrado no Brasil de morte relacionada ao macabro jogo que virou ‘febre’ na Rússia e em parte da Europa.

Investigação

Um inquérito foi instaurado para apurar as circunstâncias da morte. O delegado André Rigonato, responsável pelo caso, informou que aguarda os laudos periciais do celular da adolescente. “Preliminarmente será analisado o jogo virtual citado e quem induziu ou instigou o suicídio, ou se foi uma deliberação da própria vítima”.

Aos investigadores, a mãe da estudante disse que a filha estava se mutilando a aproximadamente dois meses como, provavelmente, parte das tarefas. A mulher também entregou aos policiais duas cartas que teriam sido escritas à mão pela filha.

Na web

No Brasil, o Baleia Azul também tornou-se assunto entre os adolescentes. Por aqui, pelo há pelo menos 13 grupos fechados no Facebook, com mais de 59 mil pessoas. Porém, os internautas brasileiros transformaram o desafio fatal em zoeira e trataram de inundar a web com memes debochando do jogo. Até uma versão do bem foi criada para incentivar o amor próprio dos adolescentes.

É o Baleia Rosa, que já tem mais de 90 grupos no Facebook difundindo os desafios “fofos”. Dentre as tarefas estão escrever na mão que é lindo, assistir filmes engraçados, abraçar um amigo, comer doces, ler um livro e desenhar Kawaii – adjetivo japonês que significa bonito – nos braços. A adaptação tupiniquim tem a mesma duração do Baleia Azul: 50 dias

Via: Hoje em Dia

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Lidas

To Top