Destaque

Outono começa na noite desta quarta

O outono, estação que marca a transição entre o verão e o inverno, se inicia às 18h58min desta quarta-feira (20/3). Neste ano, a época será marcada por frentes frias que provocarão quedas de temperaturas, semelhantes às típicas do inverno, e pela diminuição das chuvas em todo o estado. A estação se estende até às 12h54min do dia 21 de junho.

Mudanças relativamente rápidas nas condições de tempo também são esperadas, com probabilidade de ocorrência de nevoeiros e geadas nas primeiras horas do dia nas regiões serranas de Minas. “Outra característica importante é que no decorrer da estação, a atmosfera torna-se gradativamente mais seca, podendo atingir valores de umidade relativa do ar abaixo de 30% em alguns dias de maio e junho”, salienta o meteorologista Arthur de Paiva Neto, da Cemig.

De acordo com o especialista, no final do outono, também entre os meses de maio e junho, acontece a formação de inversão térmica, fenômeno que ocorre quando a temperatura da atmosfera na superfície é menor do que nos níveis acima. “Esse cenário faz com que os poluentes não se dissipem rapidamente e, consequentemente, piora a qualidade do ar nas cidades”, aponta Arthur.

Previsão de chuvas

Embora a expectativa seja de diminuição das precipitações de água ao longo da estação, a previsão é de um outono com chuvas acima de média histórica. Pancadas ocasionais podem ocorrer em abril e a perspectiva é que tanto esse mês quanto maio apresentem um volume abaixo da média, enquanto junho traz um cenário acima da média geral.

Temperaturas

Neste ano, o outono recebe influência do El Niño, o que favorece a ocorrência de temperaturas ligeiramente acima da média. As análises meteorológicas apontam para abril como o mês mais quente e junho com as temperaturas mais amenas.

“A expectativa é de temperaturas acima da média na faixa norte e leste do estado, abaixo da média na Zona da Mata e dentro da média histórica para as demais regiões de Minas. Nas demais regiões as temperaturas ficarão dentro da média comum do outono”, indica o meteorologista.

Mais Lidas

To Top