Educação

Atividades na UEMG de Ituiutaba estão suspensas por dois dias; ato é de cobrança ao governo de Minas Gerais por caos no ensino

Concentração de alunos, professores e servidores no campus na manhã desta quarta-feira, 23
Adesão ao movimento se deu após assembleia realizada na noite da última terça-feira, 23. Movimento ocorre em todas unidades da instituição no estado

Cientes dos graves problemas, principalmente de ordem financeira, alunos da Universidade do Estado de Minas Gerais – UEMG (Unidade Ituiutaba) realizaram assembleia extraordinária estudantil na noite da última terça-feira, 22, nas proximidades da biblioteca do campus, por volta de 19h30, onde deciciu-se por maioria de votos que os discentes iriam aderir a paralisação geral nesta quarta-feira, 23, e na quinta-feira, 24. A paralisação também ocorre simultaneamente nas demais unidades da universidade no estado de Minas Gerais.

Durante a manifestação, não haverão atividades acadêmicas, que serão retomadas na sexta-feira, 25. Uma programação de atividades foi elaborada para realização durante os dias de paralisação, sendo de suma importância a presença e a participação de alunos, professores e da comunidade em geral. Uma passeata em apoio aos trabalhadores da Fundação Educacional de Ituiutaba – FEIT, que se encontram em grandes dificuldades por conta de atrasos salariais, será realizada às 16h, sendo que o trajeto será pela Avenida Dezessete, passando pelas Ruas Vinte e Dois e Vinte, retornando para concentração final na Praça Getúlio Varga, na Rua Vinte e Seis.

PROGRAMAÇAO ATO ESTUDANTIL

Quarta-Feira (23 de maio)

7h – Fechamento dos portões

8h – Oficinas de cartazes e arrecadação de alimentos para os funcionários

10h – Blitz educativa na porta da Universidade

13h – Oficina de cartazes e apresentação cultural

16h – Saída da passeata da UEMG

Aderiram ao movimento de paralisação geral de atividades as unidades da UEMG de Ituiutaba, Passos, Barbacena, Ubá, Leopoldina, Campanha, Ibirité, Divinópolis, Carangola, Diamantina, João Monlevade. A unidade Belo Horizonte está com atividades parcialmente paralisadas.

É importante ressaltar que UEMG de Ituiutaba passa por momentos conturbados desde a transição de faculdade privada para pública. Várias são as questões de instabilidade nas questões acadêmicas, estruturais e também financeiras, pois o governo do estado de Minas Gerais não tem feito os repasses dos recursos necessários para a instituição no município tijucano. Um grande alerta está ligado, a preocupação com o futuro do ensino superior em Ituiutaba é de todos, e assim deve ser tratado pela comunidade em geral, o momento é de união para a tratativa dos graves problemas.

Mais informações serão atualizadas no decorrer do dia. As questões têm sido levantadas pelo Pontal em Foco em diversas publicações. Na última sexta-feira, 18, foi feita publicação de uma matéria relacionada, veja abaixo.

Sem repasses do governo, atividades de ensino na UEMG de Ituiutaba e em todo o estado estão comprometidas

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

CONTINUAR LENDO

CLOSE
FECHAR