Educação

Conheça a ONG Engenheiros Sem Fronteiras (Núcleo Ituiutaba)

Os primeiros Engenheiros Sem Fronteiras surgiram na França nos anos 80. A ideia se espalhou e, nos anos 90, surgiram na Espanha e Itália. No final dos anos 90, o Canadá também criou o seu grupo, que logo auxiliou na criação de um no Reino Unido.

O movimento cresceu e surgiu em vários outros países, como Argentina, Alemanha e Suécia. Fazendo-se necessária a criação de uma rede unificadora, surgiu, então, o EWB-International, uma organização com o intuito de estimular a troca de ideias entre as diversas instituições e conectar os profissionais para contribuir com a criação de uma nova geração de engenheiros, mais preocupada com as causas sociais e mais atuantes no cenário mundial.

Há, atualmente, mais de 60 grupos nos mais diversos países do mundo: Jordânia, Iraque, Gana, Burundi, Camboja, Uganda e até Serra Leoa, um dos países mais pobres do mundo.

No Brasil, a organização é recente, mas já é atuante. Fundada em 2010, na cidade de Viçosa-MG, conta com 64 núcleos espalhados por todas as regiões do país, somando quase 1500 voluntários.

Ser um Engenheiro Sem Fronteiras é acreditar na importância da engenharia para o desenvolvimento social e ser protagonista desta transformação.

Trata-se de uma organização internacional com organizações irmãs e parceiras por todo o globo. Independentes e não associados a qualquer partido ou estado, e desenvolvemos projetos baseados em engenharia com finalidade social.

O objetivo da ESF é a melhoria da qualidade de vida das comunidades e indivíduos em situação de necessidade, contribuindo para que os objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) sejam alcançados. Para isso, são desenvolvidos projetos em educação, gestão e empreendedorismo, infraestrutura, sustentabilidade e engajamento social.

Os envolvidos acreditam na importância do envolvimento comunitário, do diálogo e da cooperação. Os projetos são desenvolvidos e executados por voluntários locais, que se envolvem pessoalmente com os membros da comunidade, escutam suas necessidades e estabelecem parcerias e amizades.

Ituiutaba

A ONG Engenheiros Sem Fronteiras (Núcleo Ituiutaba) foi fundada no ano de 2013, por uma aluna que tinha chegado de um intercâmbio no Reino Unido. E desde então diversos projetos têm sido realizados e cada vez mais pessoas impactadas. Atualmente o núcleo é dividido em três linhas para a realização dos projetos: comunidade, educação e meio ambiente, e possui 29 membros ativos que são alocados nas diversas áreas, como: secretaria de projetos, gestão estratégica, secretaria de comunicação, RH e financeiro, além da presidência, comandada pela Rafaela Rizzi e vice, Bruna Mayrink. O time conta com o apoio do professor, Fernando Lourenço, que é responsável pela coordenação dos alunos que fazem parte do núcleo.

O núcleo de Ituiutaba teve destaque no portfólio anual de projetos do ESF Brasil, sendo que de 18 projetos em destaque, 2 puderam ser desenvolvidos no município. Os projetos em destaque foram: Engenhocaria e o Aquecedor Solar de Baixo Custo.

O Engenhocaria consiste em desenvolver atividades envolvendo matemática em escolas de ensino fundamental, proporcionando um momento de lazer para as crianças, despertando nelas outra visão sobre a disciplina. O Aquecedor Solar envolveu a criação de um protótipo, e instalação deste na casa de uma senhora.

Outros projetos também foram destaques internamente, como: Aulão + Exatas, que visa dar monitoria para um cursinho popular nas disciplinas de física, matemática e química; Mãozinha Mágica, que é a criação de uma horta em um CMEI; bem como o Coletor Ecológico, que visa coletar óleo de cozinha e distribuí-lo para uma associação de mulheres que produzem sabão. Também ocorreu o UFC (University For Community), projeto desenvolvido nas disciplinas de mecânica, que tinha como propósito que os alunos desenvolvessem projetos com cunho social e que pudessem envolver engenharia. O grupo também marcou presença em uma escola do município, realizando uma dinâmica com os alunos, intitulada de “Trilha Ecológica”, o objetivo era conscientizar os alunos sobre a importância de preservar o meio ambiente.

O grupo também esteve presente no 1º Meetup da Trilha da Inovação do Ecossistema do Pontal, realizado em Ituiutaba, que teve como tema Inovação Social e reuniu empresários, estudantes, entidades, poder público e outros autores envolvidos no ecossistema de inovação.

No segundo semestre de 2018 vários projetos estão em andamento.

Os interessados em obterem maiores informações sobre a ONG podem acessar as redes sociais Facebook e Instagram.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

CONTINUAR LENDO

CLOSE
FECHAR