Educação

ENEM: 5 dicas para a redação nota 1000

O Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) acontecerá nos dias 4 e 11 de novembro e a expectativa é que 5,5 milhões de candidatos façam a prova em todo o Brasil. Com poucos dias de estudo que restam, é hora de rever alguns conteúdos e se dedicar a um dos principais desafios do exame: a redação.

Relacione – O Enem sempre trata de um problema social brasileiro na proposta de Redação. Assim, mesmo que o aluno use um exemplo de outro país, é preciso deixar claro sobre o que está falando e, mais importante, o fato deve fazer sentido para a construção argumentativa. Ou seja, mostrar outras referências é positivo desde que estejam relacionadas à proposta, concordando com todas as partes da dissertação.

Utilize a Quadra de Ouro – Na redação do ENEM, é necessário apresentar uma medida que solucione ou atenue o problema social relacionado ao tema. Para isso, a educadora ensina que o candidato deve utilizar a “Quadra de Ouro”: o que será feito para tal problema, quem fará, como será feito e o que está sendo esperado. Dessa maneira, fica menos confuso produzir uma intervenção profunda e, ainda assim, objetiva.

Norma Culta – A professora indica que o candidato opte sempre pela norma culta de acentuação e pontuação. É importante lembrar que a faixa de nota leva em consideração até quatro desvios de linguagem (200 pontos), mas quando aumenta para cinco, a correção fica abaixo da margem – por isso, atenção para erros desnecessários ou por falta de atenção. Caso o aluno esteja em dúvida sobre a ortografia, é preferível reescrever a frase utilizando um sinônimo ou palavra mais simples.

Tangenciamento do tema – O aluno deve prestar atenção ao redigir sobre o tema e não sobre um aspecto geral do problema proposto. De maneira direta, tangenciamento do tema é quando a pessoa se aproxima do que foi proposto, mas não adentra na questão – fica quase lá. Por isso, é importante ler e entender qual é a intervenção proposta. Por exemplo: “A importância da reciclagem de plástico para a vida marinha” não compreende falar sobre a sustentabilidade em geral. É preciso se atentar ao tema.

Esqueça sua redação (por um tempo) – Após terminar a redação, vale a pena se afastar do texto antes de reler e passar a limpo. Esse tempo permite que o aluno seja mais crítico na autocorreção. Assim, a dica é: deixe para reler e reescrever o texto por último.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

CONTINUAR LENDO