Redação | Comercial
Educação

Estão abertas as inscrições para cursos técnicos do núcleo Valores de Minas, no PlugMinas

Início das aulas do Valores de Minas, no PlugMinas. Data: 04-05-16 Local: PlugMinas Foto: Omar Freire/Imprensa MG

O PlugMinas está com inscrições abertas para os cursos técnicos de Artes Circenses e Instrumento Musical (Violão e Percussão), pelo núcleo Valores de Minas. São 40 vagas para cada curso, oferecidas gratuitamente para estudantes e/ou egressos do ensino médio da rede pública. Os cursos têm a duração total de 18 meses, divididos em três módulos semestrais. Os interessados podem se inscrever de 28/9 a 06/10.2930

As inscrições deverão ser feitas exclusivamente pela Internet, preenchendo o formulário eletrônico disponível no site do Plug (clique aqui).

Caso o número de inscritos ultrapasse o número de vagas, será realizado um sorteio público para definir os candidatos selecionados. A divulgação da lista de inscritos e o sorteio público estão previstos para o dia 9/10 e a divulgação dos candidatos classificados e excedentes para o dia 10/10. O período de matrículas serão de 11 a 13/10 e a previsão de início das aulas no dia 16/10.

Os cursos técnicos do PlugMinas integram a Rede Estadual de Educação Profissional de Minas Gerais (Rede), iniciativa do Governo de Minas Gerais, por meio da Secretaria de Estado de Educação, para a formação de jovens e democratização do acesso à educação profissional e tecnológica para públicos diversos, incluindo o campo das artes. Hoje em todo o estado, a Rede já soma mais de 44 mil alunos matriculados em escolas estaduais de todas as regiões.

Os cursos

Os dois cursos pertencem ao eixo tecnológico Produção Cultural e Design. O Técnico em Artes Circenses atua como artista responsável pela estrutura e funcionamento do circo, supervisionando a sua montagem e dos equipamentos; desenvolve e apoia atividades ligadas à criação de números, espetáculos e equipamentos circenses; zela pelas condições da segurança dos artistas e espectadores, da viabilidade técnica, da administração, produção e divulgação do espetáculo.

O curso pretende formar profissionais que poderão atuar em circos, picadeiros e espaços alternativos de interação social, lazer e cultura; casas de espetáculo; festivais, mostras e eventos de naturezas diversas; em instituições públicas e privadas. Além desta formação técnica, com a integralização do curso, há o certificado de Assistente de Picadeiro, para estudantes que concluírem apenas os Módulos I e II.

Já a oferta do curso de Técnico em Instrumento Musical (Violão ou Percussão), voltada para o jovem que pretende atuar como músico e/ou instrutor musical, visa oferecer a sistematização e a complementação de habilidades e conhecimentos musicais a pessoas com formação musical de nível fundamental, bem como certificação profissional. A preparação desses profissionais cuidará de incrementar as competências profissionais de músicos já atuantes, mas que não tiveram instrução musical formal – demanda que é aparentemente elevada.

O técnico em Instrumento Musical será o profissional capaz de realizar, como solista, integrante de grupo de câmera ou conjunto musical, atividades de performance instrumental, tais como shows, concertos, recitais, apresentações em programas de rádio e televisão; além da atuação em estúdios de gravação e em espaços alternativos de interação social, lazer e cultura. Poderá, ainda, orientar alunos iniciantes em cursos livres de formação no instrumento de sua habilitação e matérias teóricas, em academias e conservatórios.

(Via Agência Minas)