Educação

Mais de 100 mil pessoas prestigiam espaços culturais em Uberlândia

A cultura é o maior conforto para a vida. É ela quem dá som, cor e movimento aos dias. É por isso que a Prefeitura de Uberlândia, por meio da Secretaria Municipal de Cultura, inicia 2018 com a certeza que pode contribuir diretamente com vários aspectos culturais da cidade no último ano. Foram inúmeros programas, projetos e parcerias desenvolvidas para fomentar as ricas manifestações artísticas da região.

 

Seja na rua ou em palcos consagrados, como o Teatro Municipal, artistas ganharam voz para encantar um público cada vez mais assíduo e apreciador de expressões como dança, teatro, cinema, artes plásticas, música e muito mais. Programas como Boca de Cena e Festival de Dança foram só alguns das várias ações desenvolvidas pela Secretaria de Cultura.

 

Confira um pouco do grande ano cultural que se passou em cada espaço público da cidade:

Espaços

Teatro Municipal: O maior templo da cultura uberlandense levou mais de 75 mil pessoas para suas poltronas em 2017. Foram cerca de 190 espetáculos dos mais variados estilos. Vários destes foram eventos realizados e apoiados pela administração municipal.

Casa da Cultura: Uma das construções mais charmosas da região, instalada na região central desde a década de 1920, cumpriu seu papel de celebrar a arte. Foram 148 eventos promovidos, como valorosas exposições e lançamentos de grandes obras-primas da literatura regional. Ao todo, quase 9 mil visitantes passaram pelo local durante o ano.

 

Espaço Cultural do Mercado Municipal: No Centro de Uberlândia, o Mercado Municipal foi um ambiente de encontro de lazer e cultura. O Espaço Cultural, localizado no segundo andar do monumento, teve 80 eventos, com mais de 10 mil visitantes. O Mercado de Pulgas, por exemplo, foi um sucesso de público e organização.

 

Biblioteca Pública Municipal: Em um mundo altamente tecnológico, o livro continua tendo grande força. A Biblioteca Pública Municipal realizou quase 15 mil empréstimos e atendeu mais de 44 mil pessoas. Sem contar as várias oficinas e atividades sediadas no local, com 1.100 participantes. O espaço também coordena vários projetos, como o Ônibus-biblioteca, que atendeu 6 mil pessoas, e o Carro-biblioteca, com 190 livros emprestados.

 

Biblioteca Sesi Indústria do Conhecimento: O local, administrado pela Prefeitura por meio de parceria, realizou mais de 1.700 empréstimos para adultos e crianças. Além disso, o espaço serviu de palco para várias atividades, contemplando um público de 1.473 pessoas. Na Gibiteca, ação de incentivo à leitura infantil, participaram 360 crianças.

 

Arquivo Público Municipal: O principal acervo documental da história do município ganhou casa nova em 2017. Uma nova sede muito mais moderna, espaçosa e ventilada fornece uma estrutura ainda mais adequada para o armazenamento dos documentos e mais conforto aos visitantes. Foram realizados mais de 340 atendimentos a pesquisadores. Sem contar os 437 participantes do projeto Escola e Sociedade.

 

Museu Municipal:No ano em que o Palácio dos Leões, construção de maior valor histórico do município, completou 100 anos, o Museu Municipal nunca teve tanta importância. Foram 52 eventos e atividades promovidas com mais de 830 participantes. O ambiente também recebeu a visita de mais de 8.500 pessoas.

 

Oficina Cultural: Oficinas, eventos, workshops, exibição de filmes, exposições e várias outras iniciativas marcaram os últimos 12 meses na Oficina Cultural. Foram mais de 50ações desta natureza, com a participação de quase 4 mil pessoas. O espaço também foi cedido para 158 entidades, cujas apresentações mobilizaram mais de 2.100 pessoas.

 

CEU Shopping Park: O Centro de Esportes Unificado (CEU) do bairro Shopping Park ofereceu oficinas gratuitas para quase 15 mil pessoas. O local sediou, ainda, várias manifestações artísticas, como o Cineclube Cultura.

 

 

Outras ações

 

A Diretoria de Igualdade Social de Igualdade Racial (Diigual) foi responsável por váriaspráticaspara despertar a conscientização e igualdade entre as pessoas. Ao todo, foram feitos 35 projetos, eventos e palestras, com quase 18 mil de público.

 

Quem também teve calendário cheio em 2017 foi a Banda Municipal. Quase 70 apresentações tornaram mais melodiosos diversos pontos da cidade, para um público de mais de 13 mil pessoas.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

CONTINUAR LENDO

CLOSE
FECHAR