Redação | Comercial
Esportes

Boa Esporte empata com Brasil em Pelotas e amplia série invicta

O Brasil de Pelotas não conseguiu passar de um 0 a 0 em casa, no estádio Bento de Freitas, diante do Boa Esporte, na noite dessa terça, pela 18ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B. Em um confronto de nível técnico muito baixo, mas que ficou marcado por três bolas no travessão, duas delas promovidas pelos mandantes, além de dois gols da equipe xavante anulados, o resultado acabou não agradando a ninguém.

Com o empate, o gaúchos seguem na 15ª colocação, com 21 pontos, próximo à zona do rebaixamento. Já os mineiros foram a 25 pontos, provisoriamente na 11ª colocação na tabela de classificação.

E se as duas equipes não estão bem no campeonato, o jogo dessa terça mostrou que não é à toa. Apesar dos jogadores demonstrarem muita vontade e determinação, o nível técnico da partida ficou muito aquém, o que contribuiu para um clima morno, de pouquíssimas chances de perigo.

Na primeira etapa, apenas aos 20 minutos o torcedor da casa pôde se animar um pouco, quando Rodrigo Silva cabeceou para boa defesa de Fabrício. Pouco depois, a jogada se repetiu, mas dessa vez Leandro Camilo completou para o gol no rebote. A melhor jogada do jogo até então, no entanto, acabou anulada pelo bandeirinha, que assinalou impedimento.

Na única chegada à área do Brasil em todo o primeiro tempo, o Boa acabou lamentando a finalização de Reis, que isolou a bola para fora do estádio.

Depois de um novo período sem que nada de interessante acontecesse, o Brasil novamente ameaçou uma blitz. E dessa vez o gol não saiu por muito pouco. Ruan acabou dando um carrinho contra o próprio gol, mas acabou salvo pelo companheiro Caíque, que, de calcanhar, tirou a bola já em cima da linha.

Na segunda etapa o panorama não mudou muito. E, assim como nos primeiros 45 minutos, o jogo só engrenou restante apenas dez minutos para o fim. Foi quando o Boa Esporte, que parecia inofensivo, assuntou a torcida no Bento de Freitas. Reis arriscou de longe e a bola explodiu no travessão. Aos 42, foi a vez do Brasil acertar o travessão em chute de Misael. E, de novo, a arbitragem acusou impedimento depois de um gol no rebote.

E o que aconteceu no último lance do jogo? Outra bola na trave, a terceira. William Ribeiro resolveu finalizar da intermediária e também parou no travessão. No fim, nada de gols e resultado ruim para os dois times.

Na próxima rodada, o Brasil de Pelotas visitará o Criciúma, sexta, às 19h15. Já o Boa Esporte jogará em casa, em Varginha, diante do Paraná, sábado, às 19 horas (sempre em horário de Brasília).

BRASIL-RS 0 X 0 BOA ESPORTE

BRASIL-RS
Marcelo Pitol; Éder Sciola, Leandro Camilo, Teco e Breno; Itaqui, João Afonso e Wagner (Misael); Cassiano (Juninho), Marcinho e Rodrigo Silva (William Ribeiro)
Técnico: Clemer

BOA ESPORTE
Fabrício; Ruan, Caíque, Júlio Santos e Paulinho; Escobar, Diones e Eduardinho (Wesley); Thaciano (Radamés), Reis (Felipe Mateus) e Casagrande
Técnico: Nedo Xavier

Local: Estádio Bento de Freitas, em Pelotas (RS)
Data: 1º de agosto de 2017, terça-feira
Árbitro: Caio Max Augusto Vieira (RN)
Assistentes: Lorival Candido das Flores (RN) e Jean Marcio dos Santos (RN)
Cartões amarelos: BRASIL-RS: Wagner. BOA ESPORTE: Júlio Santos, Paulinho, Ruan

(Via Superesporte)

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *