Redação | Comercial

Esportes

Boa Esporte empata com Paysandu fora e continua na zona da degola

Estádio Curuzu, em Belém, recebeu jogo sem graça e que terminou em 0 a 0: ruim para os dois times. Foto: Fernando Torres Payasandu
O Paysandu já foi líder do Campeonato Brasileiro da Série B. Mas, depois de quatro jogos seguidos sem vitória (três derrotas e um empate), a equipe despencou na tabela. Já o Boa Esporte até agora não conseguiu viver uma fase tranquila na competição. Tudo isso fez com que os dois times fossem em busca dos três pontos a todo custo no confronto direito na noite dessa terça. Mas, no fim, um empate por 0 a 0 pela nona rodada, no Estádio Curuzu, em Belém, tratou de estender mais um pouco a pressão sobre os dois clubes.
O resultado deixa o Papão na 11ª colocação, com 12 pontos, apenas dois acima da zona de rebaixamento. O Z4, aliás, tem o Boa como integrante, na 18ª posição, com nove pontos na tabela de classificação da Série B.
Com as duas equipes desesperadas pela vitória, desde os primeiros movimentos a partida se mostrou aberta, com possibilidades para ambos os lados. Como manda a cartilha do futebol, os mandantes foram os primeiros a assustar. Em dois lances antes dos 15 minutos o Papão tirou o “uuuhhh” da torcida e quase abriu o placar. A segunda jogada seria um gol antológico, de bicicleta, mas o lance de Wellington Júnior serviu apenas como plasticidade.
O Boa Esporte, então, percebeu que precisava tomar uma iniciativa. Rodolfo também teve duas oportunidades claras para silenciar o estádio Curuzu, mas o goleiro Émerson cresceu e evitou o gol dos visitantes nas duas ocasiões.
Em seguida, o Paysandu até balançou o barbante com Diogo Oliveira, que aproveitou rebote do goleiro Daniel, mas o auxiliar anotou impedimento no lance, frustrando a torcida local. Mesmo assim, a última grande oportunidade antes do intervalo foi dos mineiros, mas de novo Rodolfo parou em Émerson.
Na segunda etapa, sem um motivo aparente, as duas equipes caíram de rendimento. O desgaste físico da primeira etapa acabou sendo forte e os jogadores sentiram. Os treinadores ainda tratam de fazer as seis alterações possíveis, mas, nada adiantou e o duelo caminhou para o melancólico 0 a 0, que acabou por não agradar ninguém.
Na próxima rodada, agora ainda mais pressionados, os dois times voltam a campo na sexta-feira. O Papão visitará o CRB, em Maceió, às 19h15, enquanto o Boa Esporte receberá o ABC, em Varginha, às 20h30.
PAYSANDU 0 X 0 BOA ESPORTE

PAYSANDU
Emerson; Lucas Taylor, Perema, Fernando Lombardi e Pery; Wesley, Ricardo Capanema, Jhonnatan e Diogo Oliveira (Tiago Mandi); Welington Júnior (Bérgson) e Daniel Amorim (Marcão).
Técnico: Rogerinho (interino)
BOA ESPORTE
Daniel; Ruan, Léo Baiano, Júlio Santos e Paulinho; Geandro (Escobar), Diones, Reis (Gil Mineiro) e Fellipe Mateus; Rodolfo e Wesley (Ramon).
Técnico: Nedo Xavier (interino)
Local: Estádio Curuzu, em Belém (PA)
Data: 20 de junho de 2017, terça-feira
Árbitro: Marcos Mateus Pereira (RS)
Assistente: Cícero Alessandro de Souza (MS) e Daiane Caroline dos Santos (MS)
Cartões amarelos: PAYSANDU: Peri, Wesley. BOA: Geandro, Rodolfo
Público: 1.249 pagantes (total: 4.899)
(Via Uol Esportes)
 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

CONTINUAR LENDO