Redação | Comercial

Esportes

Confira a situação e a retomada das obras no Estádio Municipal de Ituiutaba

Foto: Ascom Ituiutaba

O secretário de Obras de Ituiutaba, Vicente de Paula Fontoura Filho, atendeu a imprensa, nesta quarta-feira, 10, e pontuou sobre o novo cronograma para reinício das obras para conclusão do Estádio Municipal de Ituiutaba, paralisada há cerca de um ano e meio.

De acordo com Fontoura, alguns contratempos e ajustes no orçamento municipal impediram de continuar a obra no primeiro ano do Governo do prefeito, Fued Dib.

 

Confira a entrevista com o secretário de Obras

 

Continuidade da obra do estádio

“Por falta de dotação no orçamento do ano anterior, quando não houve a repactuação, a periodicidade dos contratados para continuarem a executar a obra do estádio não ocorreu. Em 2017, fizemos amplo estudo da obra junto a Caixa Econômica Federal, prevendo dar continuidade agora em 2018, de acordo com previsão orçamentária, que não existia no orçamento anterior. Estamos agendando reunião com as empresas contratadas para definir questões internas necessários e a programação de reinício das obras, dentro do novo cronograma de desembolso físico financeiro, para término dos trabalhos ainda dentro do atual mandato do prefeito, Fued Dib”, explicou.

 

Acordo com o Governo Federal

“Desde o ano passado estamos em constantes contatos com o Governo Federal e o ministério dos Esportes, porque sabemos a importância do término e entrega desta obra do estádio. Na verdade, o recomeço para conclusão do estádio teve início desde o ano passado, através de várias gestões políticas para viabilizar este reinício de execução de obra”, ressaltou.

 

Parte executada e a executar

“Diante do valor previsto de R$ 13 milhões, aproximadamente, temos planilha de gastos na ordem de R$ 4 milhões. Cerca de 40% da obra está concluída e os 60% restantes serão empregados recursos da União, e parte oriunda dos parcelamentos de periodicidade ajustado com as construtoras. Teremos reuniões na próxima semana com as construtoras, para discussão do cronograma e a autorização para planejamento e programar o reinício das obras”, afirmou.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

CONTINUAR LENDO

CLOSE
FECHAR