Redação | Comercial

Esportes

Kartódromo passa por reformas para voltar a receber competições estaduais e nacionais em Uberlândia

Pista já recebeu pilotos como Ayrton Senna, Roberto Moreno e Ingo Hoffman

A história do Kartódromo José Carlos Pace, em Uberlândia, começou em dezembro de 1978 com Ayrton Senna na pista e em primeiro lugar no pódio. O ídolo mundial foi uma das principais atrações de inauguração do kartódromo, que fica no Clube Caça e Pesca. Nesses quase 40 anos em atividade, há 17 não recebe provas nos âmbitos estadual e nacional devido as condições precárias. Visando mudar esse cenário, o local passa por reformas para voltar a receber competições de kart.

As obras em toda a estrutura começaram em novembro e a previsão é que o kartódromo volte a funcionar em fevereiro de 2018. São 70 mil metros quadrados de área e as mudanças vão atender os critérios de segurança da Federação Mineira de Automobilismo (FMA). Todos os boxes foram demolidos para os 26 novos que estão sendo instalados a 10 metros da pista. Também faz parte da reforma a disponibilização de 28 containers para os pilotos guardarem equipamentos de competição.

O coordenador do projeto da reforma do kartódromo, o piloto Kenner Garcia, destaca ainda a mudança na cerca da arquibancada, que por questões de segurança também foi afastada 10 metros da pista, e a nova pista de rolamento, caminho que leva os karts aos novos boxes. “A pista tem 1270 metros de comprimento e seu traçado é um dos mais técnicos do Brasil. Dizem que quem é campeão aqui, é campeão em qualquer pista de kart do país”, destacou Kenner.

Outra modificação no Kartódromo é a ligação da reta da arquibancada com a dos boxes, para obter uma reta maior no posicionamento dos karts no momento da largada. Ao todo serão aplicados nos próximos cinco anos, por um grupo de empresários/pilotos de Uberlândia, R$ 2,7 milhões na obra que inclui, além da restauração da pista, investimentos em Kart Indoor (para locação), equipamentos de cronometragem, sinalização eletrônica e iluminação na pista, para provas noturnas.

“A união das duas retas existentes é para posicionamento dos karts durante a largada, para deixar todos em linha reta. Estamos ansiosos para a reabertura da pista. Uberlândia é referência em kart e atendendo as exigências da Federação vamos colocar a cidade de novo no roteiro das grandes competições do país”, finalizou Kenner Garcia sinalizando que Uberlândia pode, já em 2018, receber uma das etapas do Campeonato Mineiro de Kart, conforme conversa com o presidente da FMA, Pedro Sereno.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

CONTINUAR LENDO