Redação | Comercial
Esportes

Minas e Praia Clube contam com destaques individuais para ir à final da Copa Brasil

Orlando Bento/Divulgação /

Adversários na semifinal da última Copa Brasil de Vôlei Feminino, Camponesa/Minas e Dentil/Praia Clube podem fazer a decisão do torneio neste ano, garantindo um título de expressão para o Estado na modalidade após 14 anos de seca. Para isso, contudo, as equipes mineiras precisam passar pelas favoritas Nestlé/Osasco e Rexona-Sesc/Rio de Janeiro na penúltima fase do mata-mata, disputada nesta sexta-feira (27), em Campinas.

Diante de tal desafio, os técnicos Paulo Coco e Ricardo Picinin esperam contar mais do que nunca com o bom momento individual de suas jogadoras. Se aparecem atrás das respectivas rivais na classificação da Superliga Feminina 2016/17, as mineiras encontram-se “empatadas” com as paulistas e cariocas quando o assunto é o desempenho pessoal na fase de pontos corridos da competição mais importante do calendário.

Considerando as estatísticas na Superliga, as equipes de Minas Gerais contam com representantes no “Top 5” de cinco dos sete fundamentos (saque, recepção, defesa, levantamento, bloqueio, ataque e pontuação total). Destaque para as minastenistas Leia, Mara e Rosamaria, líderes dos respectivos rankings. As adversárias de hoje, por sua vez, têm juntas oito jogadoras entre as mais eficientes, sendo que apenas a oposta Tandara, do Osasco, aparece em primeiro lugar (veja a tabela abaixo).

“Estamos confiantes. Nas últimas rodadas, mostramos muita evolução e crescimento em quadra. Jogar contra o Osasco é sempre muito difícil, mas queremos aproveitar este nosso bom momento”

Carol Gattaz, capitã do Minas

Final inédita

Terceiro colocado em 2007 e quarto no ano passado, o Minas mira a primeira decisão da Copa Brasil. Na atual Superliga, o time da Rua da Bahia aparece na quinta posição da tabela, com 24 pontos, dez a menos que o terceiro colocado Osasco.

A fase da equipe de Paulo Coco, porém, é a melhor nesta temporada 2016/17, com sete vitórias nos último oito jogos. O grupo chegou ontem a Campinas e realizou apenas uma atividade leve de reconhecimento do Ginásio do Taquaral. O duelo está marcado para as 22h.

Revanche

Atual vice-campeão da Copa Brasil, o Praia busca enfim superar o Rio de Janeiro neste que vem se tornando um clássico nos últimos anos. As cariocas venceram as mineiras não apenas na edição anterior do torneio, como também na Superliga e na Supercopa da temporada 2015/16. Na atual Superliga, as posições se repetem, com o Praia na vice-liderança, com 34 pontos, nove atrás da equipe comandada pelo técnico Bernardinho. O confronto começa às 19h30 (as duas semifinais terão transmissão ao vivo do SporTV e da TV Brasil).

Via: Hoje em Dia

 

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.