Ocorrências

Funcionário de usina morre após disparo de arma artesanal em armadilha na zona rural de Ituiutaba

A Polícia Militar em Ituiutaba na noite da última quarta-feira, 7, às 21h39, foi acionada para comparecer em uma fazenda na região das Sete Placas, onde um funcionário de uma usina havia caído em uma armadilha de caçadores, conhecida vulgarmente como “trabuco”, a qual estava armada no meio do canavial e feriu a vítima com um disparo.

A vítima foi identificada como Leonardo Divino da Costa Júnior, de 41 anos, natural de Ituiutaba.

Os PMs foram informados pelo SAMU que a vítima já estava em óbito. A perícia foi acionada e constatou que ele foi atingido com um disparo nas costas, do lado direito. Na ocasião, a vítima se encontrava na companhia de uma testemunha, que disse que a vítima era motorista da usina e que ambos estavam nas imediações do canavial quando ouviram um estampido semelhante a um tiro. Ele então saiu correndo para o interior do canavial e quando lá entrou houve outro tiro.

A testemunha se deparou com a vítima caida no meio do canavial agonizando, quando tentou reanimá-lo com massagens, mas não obteve êxito. O homem relatou que seu colega gostava de caçar e que, provavelmente, tenha sido ele mesmo o instalador da armadilha. Ele contou ainda que fez contato com o seu chefe direto e depois foi até a bolsa do homem atingido, onde encontrou uma pistola calibre 380 e algumas munições do mesmo calibre e alguns cartuchos calibre 36, quando arremessou tudo no mato, por medo de represálias dos chefes diretos que não permitem que seus funcionários portem armas de fogo no local de trabalho.

Foram feitas buscas no mato e encontrada apenas uma munição calibre 380 intacta, a qual foi apreendida juntamente com a arma artesanal que vitimou o trabalhador. Tal arma estava com um cartucho calibre 36 deflagrado, cartucho idêntico ao que havia sido arremessado no mato.

O material apreendido foi entregue na Delegacia de Polícia Civil.

Mais Lidas

To Top