Redação | Comercial
Ocorrências

Incêndios causam destruição e prejuízo em Capinópolis

A população de Capinópolis viveu momentos de tensão neste domingo (20) de agosto, após três incêndios de grandes proporções atingirem a cidade.

O incidente mais grave teve início no final da manhã, quando um incêndio atingiu uma área de pasto que fica localizada entre os bairros Alvorada III, Portal dos Ipês e a MGC-154. Em entrevista ao site Tudo em Dia, uma testemunha disse que o
incêndio pode ter sido iniciado após atearem fogo a um lixo que estava próximo ao pasto seco.

Ventava muito no momento em que as chamas se alastraram pelo pasto, mas a situação ficou crítica quando o vento
mudou a direção e o fogo seguiu rumo a um posto combustíveis que fica às margens da MGC-154. “O fogo estava a
uns 150 metros e estávamos tentando contê-lo, mas quando o vento ‘virou’, as chamas chegaram até a área do posto
em questão de minutos. Achei que tudo iria pelos ares”, disse a testemunha.

As chamas atingiram três carretas carregas de sorgo que estavam estacionadas no pátio. Uma borracharia próxima também foi atingida. Vários caminhões pipa deram suporte para conter as chamas, mas os veículos e a carga de sorgo foram completamente destruídos.

Populares também ajudaram no combate às chamas que atravessaram a rodovia e atingiram a vegetação do lado inferior da MGC-154, continuando o rastro de destruição que foi contido próximo à antiga algodoeira, onde hoje, funciona a
Cooperativa de Reciclagem do Pontal (COOPTAL).

O fogo chegou a atingir a cerca de uma indústria cerâmica que fica próximo ao posto de combustível – um caminhão
pipa conteve as chamas e impediu que a indústria fosse atingida.

De acordo com o tenente Luiz, do Segundo Pelotão dos Bombeiros, deverá ser feito um trabalho pericial por parte da perícia técnica da Policia Civil, onde, após concluído, apontará a possível causa do incêndio. “Estima-se que foram queimados aproximadamente 1.000 hectares de pastagens e alguns trechos de canaviais. Houve apoio da Polícia Militar de Meio Ambiente, 4 caminhões de combate a incêndio das empresa sucroalcooleiras São João Cargil e Santa Vitória, além de vários brigadistas e de produtores rurais com tratores e tanques de água”, afirmou.

Outro incêndio

Outro incêndio de grandes proporções teve início na MG226, entre Capinópolis e Ipiaçu, ameaçando atingir um silo de grãos que fica às margens da rodovia. Tratores tentavam conter as chamas e uma reserva ambiental também foi atingida.

O incêndio teve início em uma “palhada” – resultado da colheita de uma lavoura de milho – às margens da MG226.
Ao que tudo indica, o incêndio foi causado propositalmente e atingiu os dois lados da rodovia – os motoristas se
arriscavam ao passar pelo local.

O abastecimento de energia elétrica foi interrompido em toda a cidade e em várias partes da zona rural. Por falta de
eletricidade, os serviços de telefonia e abastecimento de água também foram interrompidos.

Apesar da gravidade dos incêndios, ninguém ficou ferido. O restabelecimento do fornecimento de energia elétrica ocorreu por volta de 2h da manhã de segunda-feira (21).

(Com informações do Tudo em Dia)

Ten. Luiz do Corpo de Bombeiros fala sobre incêndios de grandes proporções na região

Publicado por Pontal em Foco em Segunda, 21 de agosto de 2017

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

CONTINUAR LENDO

CLOSE
FECHAR