Ocorrências

Motorista que provocou grave acidente na BR-251 pode ter dormido ao volante

Um dos veículos de carga se incendiou após o acidente (Foto: Web Repórter)

O acidente que matou 13 pessoas nesse sábado (13), na BR-251, no município de Grão Mogol, no Norte de Minas, pode ter ocorrido após o motorista de uma das carretas envolvidas no desastre ter invadido a contramão em uma ultrapassagem perigosa. De acordo com a Polícia Civil, não está descartado a possibilidade que a invasão da contramão tenha ocorrido depois de o motorista da carreta ter dormido ao volante. Até o momento, dos 39 feridos no acidente, dez seguem em estado estável.

De acordo com a Polícia Civil, inicialmente, a corporação trabalha com a hipótese de homicídio culposo, quando não há a intenção de matar. As investigações irão apurar se houve imprudência ou não por parte dos motoristas. Dos mortos, 12 já foram identificados, sendo que quatro foram liberados do Instituto Médico Legal (IML) de Montes Claros. Um adolescente de 16 anos ainda não teve o nome liberado.

A polícia ainda investiga se a van realizava transporte clandestino.

Das dez vítimas que seguem internadas, três estão em hospitais de Montes Claros, uma em Salinas, uma em Taiobeiras e cinco em Francisco Sá. As vitimas com ferimentos leves foram encaminhadas para os hospitais de Salinas e Francisco Sá, enquanto os casos graves foram levados para Montes Claros, a maioria para a Santa Casa.

O hospital, que informou que para a assistência aos feridos do acidente na BR 251, teve que acionar o seu “plano de catástrofe de atendimento às vitimas”, já voltou a atuar de forma normal. As vítimas que já tiveram alta dos hospitais foram encaminhadas para casas de abrigo. Em Francisco Sá, 15 pessoas foram colocadas em um hotel da cidade pela prefeitura.

Cinco vítimas fatais do acidente foram identificadas como moradores da cidade de Catolé do Rocha, na Paraíba. Entre elas, estão uma mãe e um filho, de 41 e 7 anos, e o motorista e proprietário de um dos micro-ônibus envolvidos no acidente, Kaliandro da Silva de Oliveira, 40. A cidade decretou luto oficial de três dias.

Acidente

A batida envolvendo sete veículos aconteceu por volta das 5h da manhã deste sábado (13), na BR-251, próximo ao povoado de Bocaina, que pertence ao município de Grão Mogol, no Norte de Minas. Dos 13 mortos no acidente, 11 eram ocupantes de um micro-ônibus que seguia de São José dos Campos (SP) para Catolé do Rocha (PB), onde residia boa parte das vítimas. Além dos passageiros do micro-ônibus, morreram no desastre o motorista do caminhão que provocou o acidente e uma adolescente de 17 anos que viajava na carreta que pegou fogo.

Dentre os feridos, estão sete crianças de até 12 anos, sendo duas bebês com idades de 6 meses e 1 ano e 5 meses. Há também oito adolescentes, com idades entre 14 e 18 anos, além de três idosos, com idades entre 64 e 68 anos.

Lista com nome das vítimas fatais:

Adison Molina Abreu, 59 anos
Kaliandro da Silva de Oliveira, 40
Francisco das Chagas de Souza Olieveira, 35
Maria das Neves Pereira, 66
Luzanira de Oliveira Fernandes, 20
Elizângela Oliveira Fernandes, 41 anos
Sandemar Pereira da Silva Filho, 7 anos

Diomira Rita de Lima, 55

Jaislan Nogeuria de Lima, 21
Simone Audrin Mendes de Sousa, 41
Luzia da Silva Mendonça, 76 anos
Alexia Beatriz Ferreira dos Santos

Fonte: O TEMPO

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

CONTINUAR LENDO