Ocorrências

Perícia médica será realizada em mãe que matou bebê de 18 dias em Ituiutaba

A defesa do caso abriu um requerimento com a delegada de polícia, que preside o inquérito, a fim de que Elessandra Teles da Silva seja submetida à perícia médica.

Procurado pelo Pontal em Foco, o advogado de defesa, Aziz Mussa Neto, comentou que existe o questionamento se a mãe do bebê se encontrava sob a influência do estado puerperal na hora do crime ou se estava com depressão pós-parto.

Como o requerimento já foi deferido, a perícia deverá ser feita nos próximos dias. Elessandra continua presa.

Nosso jornalismo continua acompanhando o caso.

a

Atualização em 5 de julho de 2016, às 19h


PC apresenta pais acusados de matar recém-nascido em Ituiutaba

A Polícia Civil em Ituiutaba prendeu em flagrante, nesta terça-feira (5), o casal Jonathan Gonçalves Silva e Elessandra Teles da Silva, suspeitos de matarem, por asfixia, um recém-nascido de 18 dias.

A notícia chegou à polícia, dando conta de que a criança deu entrada no Hospital de Pronto Socorro sem os sinais vitais e apresentava sinais de violência, momento que a autoridade policial determinou que o corpo fosse encaminhado até o IML, onde foi realizado exame de necropsia e constatado que a morte se deu por asfixia por esganadura, sendo possível identificar as marcas ungueais e escoriações na extremidade nasal.

A mãe do bebê, Elessandra, confessou à Polícia Civil que havia asfixiado o recém-nascido pelo fato dele não parar de chorar, segurando a vítima pelo pescoço, vindo a relatar que havia, inclusive, cortado as unhas para não deixar marcas. A suspeita ainda confessou que usou um pano para tampar a boca da criança.

Durante o interrogatório de Elessandra, a acusada declarou que a vítima possivelmente estava com a clavícula quebrada há aproximadamente dez dias e não estava alimentando e nem dormindo pelas dores que vinha sentindo, entretanto não levou a criança no médico por não possuir condições de pagar pelo transporte do bairro onde mora até o Hospital de Pronto Socorro.

Jonathan, pai da criança, teria presenciado todo o ocorrido e nada fez  para impedir a ação, afirmando que após a criança parar de chorar foi até o berço e retirou o pano que cobria a boca da vítima. O casal informou, ainda, que os fatos se deram no início da noite de segunda-feira (4) e que ao acordarem hoje por volta das 8h perceberam que a vítima estava muito quieta e não havia emitido nenhum barulho desde a ação de Elessandra, ocasião que acionaram o Corpo de Bombeiros, percebendo o corpo já bastante enrijecido.

Em conversa com as conselheiras tutelares e outros levantamentos, a Polícia Civil descobriu que os pais da criança são usuários de drogas.

Os acusados foram conduzidos e receberam voz de prisão em flagrante pelos crimes previstos no artigo artigo 121, §2º, incisos II, III e IV, do Código Penal Brasileiro e artigo 1º, inciso II da Lei 9.455/97, sendo que mãe responderá pela conduta ativa e o pai pela omissão.

O Pontal em Foco acompanhou a coletiva ao vivo, veja:

[fbvideo link=”https://www.facebook.com/Pon.em.foco/videos/1369786679704254/” width=”600″ height=”400″ onlyvideo=”1″]

18 Comentários

18 Comments

  1. Alguem

    5 de julho de 2016 às 18:29

    Uma desgraça dessa tem que morre .A criança não sabe de nada nem onde ta e um capeta desse vai e faz isso ,merece morre uma vagabunda dessas ??

  2. Roberta

    5 de julho de 2016 às 19:19

    q mundo e esse meu deus ,onde vamos parar ,q ser mais repugnante !!! tem q apodrecer na cadeia

  3. Cimeia

    5 de julho de 2016 às 19:23

    Eu tbm acho eu estou muito revoltada
    Com essa situação

  4. carlos

    5 de julho de 2016 às 19:46

    TEM QUE CAIR NAS GRADES E OS AMIGOS PRESIDIARIOS FAZER PIOR 10 VEZES MAIS SEM PIEDADE….

  5. rodrigo

    5 de julho de 2016 às 20:00

    cada coisa a versão da policia também pode ser duvidosa. por mais que eles tenha cometido esse crime bárbaro. confiar so em deus mais nada

  6. ricardo

    5 de julho de 2016 às 21:22

    Poder público, conselhos tutelares, médicos, hospitais, o sistema falido, todos são responsáveis por deixarem criancinhas inocentes, nas maos de usuários de drogas e de outros indivíduos psicologicamente incapazes de cuidarem de si próprios.

    • Ester

      5 de julho de 2016 às 22:02

      Concordo plenamente.

  7. Maria

    5 de julho de 2016 às 21:55

    Triste..mas pelo menos o anjinho tá no céu…melhor do que com gente maluca como essa…

  8. Jùlice

    5 de julho de 2016 às 22:47

    Indiguinada.ate onde chega a maldade do ser humano….pois tantas mulheres querendo ser mãe e não consegue. e este tipo de ser humano tirando a vida do seu próprio filho.ela não pode ser chamada de mãe. pois mãe ama mãe cuida.

  9. margarete

    6 de julho de 2016 às 8:02

    Que horror.to chocada ainda mais sendo aqui em nossa cidade.sera que os vizinhos não viram nada gente.

  10. fredson

    6 de julho de 2016 às 8:14

    Que deus mi perdoe mais eu nao prestava pra ser poliçial nao por que si nao eu ja seria expulso da corporaçao pois eu ja pegava eles e levava pra um lugar que eles iriam implorar ate pra morrer.

  11. Joao dutra

    6 de julho de 2016 às 9:35

    Uai mas o PT não ficou 13 anos dizendo que melhorou a vida do pobre ?? que o Brasil saiu da miséria , que Pobre agora tava nadando de braçada e que criminosos não são má pessoas são coitadinhos vitimas da sociedade capitalista opressora ?? se ta assim em Ituiutaba imagina no Piauí ??? PT destruiu o Brasil que já não andava lá muito bem , Controle total de natalidade já , Bolsonaro neles

    • zeh

      6 de julho de 2016 às 10:42

      verdade a culpa eh da dilma. -.-

  12. Alexandre

    6 de julho de 2016 às 9:48

    Lixo……

  13. Ricardo

    6 de julho de 2016 às 13:04

    João Dutra, ricos também cometem crimes.

  14. Florianice

    12 de julho de 2016 às 17:46

    E O PAI VAI FICAR PRESO, OU FOI LIBERADO? TODOS DEVIAM SER LINCHADOS.

  15. Vanessa Oliveira

    12 de julho de 2016 às 19:10

    Um monstro desses( perdão aos monstros q não merecem ser comparados com tal mejera)
    Ainda vai faser perícia pra saber se estava com depressão pós Parto..
    Q loucura é essa comete uma barbaridade dessas e ainda c fala em depressão…
    Poupe me
    Indiguinaçao aq tah d++++++
    Descanse em paz meu anjinho?

  16. Pingback: Cerca de 500 denúncias de violação contra os direitos das crianças são registradas por mês em Ituiutaba | Pontal em Foco

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Lidas

To Top