Ocorrências

PRF apreende 130 quilos de maconha e skunk após perseguição na BR-365 em Uberlândia

A Polícia Rodoviária Federal – PRF na noite da última segunda-feira, 26, por volta das 22h30, apreendeu 130 quilos de maconha na rodovia BR-365 em Uberlândia.

Durante ronda ostensiva na BR-365, nas proximidades do KM 630, uma equipe avistou um veículo automóvel Ford/Belina transitando em alta velocidade, o que motivou a tentativa de abordagem por parte dos PRFs.

Quando viatura se aproximou e deu sinal sonoro para que o veículo encostasse, o condutor desobedeceu, acelerou o automóvel e empreendeu fuga. Alguns quilômetros depois, o veículo adentrou no Bairro Dona Zulmira, onde transitou por várias ruas em alta velocidade, ignorando todos os sinais de parada.

A viatura continuou no acompanhamento ao veículo em fuga, quando ele acessou a Avenida Juscelino kubitschek, uma marginal da BR-365 sem saída, e colidiu contra um muro, momento em que dois dos ocupantes do veículo saÍram correndo, tomando rumo ignorado,  e abandonaram a passageira, uma jovem de 17 anos, que foi apreendida.

Ao revistar o carro, no porta malas, foram encontrados diversos tabletes de substância semelhante à maconha.  Ao ser questionada sobre a situação, a passageira informou aoS policiais que ela e seus amigos haviam acabado de pegar o entorpecente em um posto de combustíveis próximo da saída da cidade, de um homem que estava com uma  carreta estacionada no pátio do estabelecimento.

Ela também informou que no veículo estavam seu namorado, que é o proprietário do carro e um amigo. Ela contou também que sabia que eles estavam transportando droga para ser vendida na cidade de Uberlândia, mas negou a apontar o local para onde à droga seria levada.

Com o apoio da Polícia Militar foram feitas buscas pelos suspeitos que fugiram, porém nada foi encontrado. Ao todo foram apreendidos 122 tabletes de maconha prensada e 15 tabletes de skunk, um tipo de maconha mais forte, totalizando mais de 130 quilos de droga.

O veículo, material e passageira foram encaminhadas para a delegacia de Polícia Civil para providências cabíveis.

Foto: PRF

Mais Lidas

To Top