Política

André Janones figura na 5ª posição em ranking de parlamentares mais influentes nas redes sociais no Brasil

Foto: Facebook/André Janones

Nas três primeiras semanas do Novo Congresso (de 1º a 20 de fevereiro), a deputada Joice Hasselmann (PSL-SP) foi a parlamentar mais influente nas redes sociais, segundo revela a 1ª edição do novo FSBinfluênciaCongresso.

O indicador já monitorava e media a repercussão de todos os posts dos congressistas no Facebook e no Twitter e agora passa a integrar também o Instagram. Em segundo lugar no ranking ficou o deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), seguido do Sargento Fahur (PSD-PR), que como Joice também é novato no Congresso Nacional.

O tijucano André Janones, eleito deputado federal com expressiva votação no estado de Minas Gerais em 2018, figura na quinta posição dos ranking da FSB.

Dentre os 20 parlamentares mais influentes nas redes, o PSL é o partido dominante, tendo 6 nomes no ranking. O PT, que até a legislatura passada sempre emplacou o maior número de deputados e senadores no Top20, agora aparece com apenas três nomes: a agora deputada Gleisi Hoffmann (PT-PR), em 11º; Paulo Pimenta (PT-RS), em 14º, e o senador Humberto Costa (PT-PE), em 20º.

Dos 20 congressistas mais influentes nas redes, Flávio Bolsonaro (PSL-RJ) é o senador mais bem colocado, ocupando a 6ª posição. Dos Top20, 14 são deputados e 6 são senadores. Além do filho do presidente Jair Bolsonaro e do petista Humberto Costa, se destacam entre os senadores Alvaro Dias (Podemos- PR), em 8º; Major Olímpio (PSL-SP), em 12º; o presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), em 16º; Romário (Podemos-RJ), em 18º.

A renovação de cerca de metade do Congresso se reflete nos resultados do FSBinfluênciaCongresso. Dos 20 congressistas mais influentes nas redes sociais, 9 são novatos (parlamentares que não ocupavam um cargo legislativo federal até 31 de janeiro último) e 11, reeleitos (incluem deputados eleitos senadores e vice-versa). Além de Joice, do Sargento Fahur e de Flávio Bolsonaro, entre os novatos estão Carla Zambelli (PSL-SP, 4º lugar); André Janones (Avante-MG, 5º lugar); Kim Kataguiri (DEM-SP, 10º); Alexandre Frota (PSL-SP, 15º); Marcelo Freixo (PSol-RJ), 17º) e Tenente Derrite (PP-SP, 19º). Dono da maior bancada no Congresso, o Estado de São Paulo predomina no ranking, com 9 dos 10 nomes mais influentes.

Veja abaixo o ranking dos 20 parlamentares mais influentes nas redes sociais:

CASA NOME PARTIDO ESTADO POSIÇÃO
Dep. JOICE HASSELMANN PSL SP 1
Dep. EDUARDO BOLSONARO PSL SP 2
Dep. SARGENTO FAHUR PSD PR 3
Dep. CARLA ZAMBELLI PSL SP 4
Dep. ANDRE JANONES AVANTE MG 5
Sen. FLÁVIO BOLSONARO PSL RJ 6
Dep. PASTOR MARCO FELICIANO PODE SP 7
Sen. ÁLVARO DIAS PODE PR 8
Dep. TIRIRICA PR SP 9
Dep. KIM KATAGUIRI DEM SP 10
Dep. GLEISI HOFFMANN PT PR 11
Sen. MAJOR OLÍMPIO PSL SP 12
Dep. JANDIRA FEGHALI PCdoB RJ 13
Dep. PAULO PIMENTA PT RS 14
Dep. ALEXANDRE FROTA PSL SP 15
Sen. DAVI ALCOLUMBRE DEM AP 16
Dep. MARCELO FREIXO PSOL RJ 17
Sen. ROMÁRIO PODE RJ 18
Dep. TENENTE DERRITE PP SP 19
Sen. HUMBERTO COSTA PT PE 20

Novo FSBinfluênciaCongresso

Para avaliar o desempenho do Novo Congresso nas redes sociais, o Instituto FSB Pesquisa desenvolveu um novo FSBinfluênciaCongresso. Além do Facebook e Twitter, o índice passa a levar em consideração a atuação e a performance dos deputados e senadores no Instagram, rede social que mais cresceu nos últimos anos no Brasil.

Hoje, a participação dos deputados e senadores nas redes sociais é ainda maior. Da atual legislatura, que tomou posse em 1º de fevereiro, todos os 513 deputados e 81 senadores estão presentes em pelo menos uma das três redes (Facebook, Instagram e Twitter). Dos 594 congressistas, 100% estão no Facebook, 99,3% no Instagram e 87,5% no Twitter. No total, 87% dos 594 parlamentares deles estão presentes nas 3 redes monitoradas.

Na Câmara, além de 100% dos deputados estarem no Facebook, 99,2% estão no Instagram e 85,9%, no Twitter. Já no Senado, onde todos também estão presentes no Facebook, 100% também estão no Instagram e 97,5%, no Twitter.

Metodologia

O FSBinfluênciaCongresso monitorou as publicações dos deputados federais e senadores de 1º a 20 de fevereiro. O monitoramento é 24×7, capturando e analisando o grau de engajamento de todas as publicações feitas pelos parlamentares no Facebook (apenas páginas públicas), no Instagram (apenas perfis oficiais) e no Twitter.

Para se calcular a nota de cada parlamentar e construir o ranking, são levados em consideração o número de seguidores, a quantidade de publicações, o alcance das publicações e o engajamento (curtidas, comentários e compartilhamentos) em cada rede social. São aplicados pesos diferentes a cada item, assim como para cada uma das três redes sociais analisadas.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

CONTINUAR LENDO

CLOSE
FECHAR