Redação | Comercial

Política

Câmara aprova PL que autoriza prefeitura fazer empréstimo para construção da Av. Universitária

Foto: Arquivo Pontal em Foco

Por 15 votos favoráveis, a Câmara Municipal de Vereadores aprovou ontem (26), em sessão extraordinária o Projeto de Lei CM 84/2017, de autoria do prefeito Municipal, Fued Dib.

O texto teve ontem a sua votação em primeiro turno durante a sessão ordinária e foi aprovado, também, por 15 votos favoráveis, sendo o único contrário, do vereador Marco Túlio Faissol. Foi então que, a vereadora Gabriela Ceschim (PSDB) sugeriu aos colegas a abertura de sessão extraordinária para que fosse  votado o segundo turno do projeto. “Haja vista a importância desse projeto para a população, o quanto antes pudermos deliberar a respeito disso, quem ganha é a população”, disse.

O projeto, encaminhado pelo Executivo, autoriza o município a contratar junto ao Banco de Desenvolvimento de Mias Gerais (BDMG) operações de crédito de até R$ 3 milhões. “Essa operação de crédito será para financiar as obras de infraestrutura e da Avenida Universitária, próximo à UFU, contemplando obras de drenagem pluvial, pavimentação asfáltica, calçadas, sinalização, iluminação pública, ciclovias e paisagismo”, explicou Gabriela Ceschim, uma das relatoras do projeto.

Para a estudante de história na Facip-UFU, Bárbara Rufino, que acompanhou a votação, é uma obra que representa o crescimento da cidade.

“Quem tem acesso à UFU, seja estudantes, trabalhadores, prestadores de serviços ou professores, sabe da dificuldade que é de ter acesso a um supermercado, bar, padaria, conveniência ou banco. O projeto da avenida universitária vai facilitar muito a vida da comunidade como um todo. Eu discordo quando algumas pessoas falam que só os ricos que moram nos arredores da UFU serão beneficiados. Acho que não, pois a obra vai beneficiar muito os bairros com casas populares como o Nova Ituiutaba e o Tupã”, pontua.

O Secretário Municipal de Obras, Vicente Fontoura destaca que a avenida irá desafogar o acesso à UFU que, hoje, é feito pelo bairro Tupã. “Hoje o acesso é feito apenas pelo bairro Tupã. A Avenida Universitária será construída já nos parâmetros que atendam a Mobilidade urbana, com ciclovias, acesso à cadeirantes e calçadas largas e irá da Avenida Minas Gerais, passando por trás do Mart Minas, até o bairro Gerson Baduy”, adianta.

Sobre o autor

Jaqueline Barbosa

Jornalista tijucana, com formação em Comunicação Social / Habilitação em Jornalismo na Universidade de Uberaba

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

CONTINUAR LENDO

CLOSE
FECHAR