Política

Câmara de Ituiutaba divulga nota oficial sobre prisão de vereador e diz não ter sido notificada sobre o fato; leia

Na manhã desta quinta-feira, 25 de julho, a Câmara Municipal de Ituiutaba divulgou uma nota oficial relacionada a ação do Ministério Público de Minas Gerais, por meio do Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado – GAECO, com apoio da Polícia Militar de Minas Gerais, que prendeu em flagrante delito o vereador Pastor Amaury, suspeito pelo crime de concussão.

De acordo com a nota, a Casa de Leis somente teve acesso a informações sobre o caso por meio da imprensa, não sendo, até o momento, comunicada pelos órgãos competentes sobre a prisão.

De acordo com o Ministério Público, a prisão do político se deu após o recebimento de uma denúncia com relatos de que o acusado receberia vantagem indevida ao tomar para si 60% da remuneração de pelo menos um de seus assessores. Leia abaixo a nota oficial na íntegra!

“Nota à Imprensa

Sobre a operação desencadeada pelo Ministério Público de Uberlândia (GAECO) no dia de ontem (24/07), onde foi realizada operação envolvendo o vereador Pastor Amaury, a Câmara Municipal de Ituiutaba informa que tem apenas conhecimento dos fatos narrados pela imprensa, e certifica a todos que não foi comunicada até o momento pelos órgãos competentes, nem sequer teve acesso aos autos do processo. Diante de tais fatos o departamento jurídico da Casa aguarda comunicado oficial, para que de posse dessas informações e documentos, consulte seu regimento interno e só assim possa adotar um posicionamento baseado na Lei que rege a Câmara Municipal de Ituiutaba, primando mais uma vez pelo cumprimento da Lei, a aplicação da democracia e transparência em seus trabalhos.

Câmara Municipal de Ituiutaba Experiência e Trabalho”

Na tarde desta quinta-feira, por volta de 15h, o Pontal em Foco entrevistará o advogado Cássio Gonçalves, especialista em Direito Penal, Processual Penal e Rotinas Forenses, que falará em linhas gerais sobre o crime de concussão e o devido processo legal.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

CONTINUAR LENDO