Redação | Comercial

Política

Cármen Lúcia nega pedido de prisão domiciliar de Paulo Maluf

O deputado Paulo Maluf é preso e conduzido para exame de corpo de delito no IML da Vila Leopoldina, zona oeste de São Paulo (Foto: Estadão)

A presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministra Cármen Lúcia, negou pedido da defesa do deputado federal Paulo Maluf (PP-SP) que queria suspender o início da execução da pena de prisão em regime fechado. Maluf se entregou ontem à Polícia Federal e deve ser transferido para Brasília de acordo com decisão da Vara de Execuções Penais do Tribunal de Justiça do Distrito Federal.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

CONTINUAR LENDO

CLOSE
FECHAR