Política

Estudantes e professores protestam contra cortes na educação; centenas de manifestantes fazem passeata pelo Centro de Ituiutaba

Foto: Reprodução/WhatsApp

Estudantes e entidades ligadas à Educação realizam nesta quarta-feira, 15 de maio, manifestações e uma greve nacional em protesto contra os cortes de verba destinados ao ensino, anunciados pelo Governo do presidente Jair Bolsonaro.

Além dos contingenciamento de verbas destinadas a universidades federais e a programas de pesquisa, as entidades estudantis protestam contra as declarações polêmicas do ministro Abraham Weintraub, que associou o corte de recursos a atos de “balbúrdia”.

Os manifestantes também reagem à difamação das instituições de ensino superior que têm sido alvo de correntes de mensagens distribuídas pelo WhatsApp. 

Centenas de pessoas, sendo a maioria de alunos e professores de instituições de Ituiutaba como a Universidade Federal de Uberlândia – UFU (Campi Pontal), a Universidade do Estado de Minas Gerais – UEMG e do Instituto Federal do Triângulo Mineiro – IFTM, fizeram a concentração do movimento na Praça da Prefeitura, no Centro.

De acordo com a programação, os manifestantes devem fazer uma passeata que passará pelas principais ruas do Centro de Ituiutaba. Posteriormente, um Sarau será realizado na Praça da Prefeitura por volta de 18h.

Os alunos da UEMG protestam principalmente por conta da precarização do Ensino Superior no estado de Minas Gerais, buscando evitar que se concretize o corte de 20% no quadro de pessoal e de 10% na verba de custeio Universidades Estaduais.

Os manifestantes se concentraram no local munidos de vários cartazes relacionados com a pauta de reivindicações, dentre elas, também é citada a polêmica Reforma da Previdência.

Mais informações serão atualizadas posteriormente.

 
CONTINUAR LENDO

CLOSE
FECHAR