Política

Situação das obras na rodovia BR-154 é discutida na ACII em Ituiutaba

O andamento da retomada dos trabalhos prevendo a conclusão da pavimentação asfáltica dos 48 quilômetros da rodovia BR-154, entre Ituiutaba e o trevo da rodovia BR-364, na região dos Bastos, entrou na pauta dos assuntos discutidos durante a reunião ordinária da Associação Comercial e Industrial de Ituiutaba – ACII, ocorrida na quinta-feira (29).

A convite da entidade para falar sobre a BR-154, esteve presente o advogado Leonardo Altef, por usufruir bom relacionamento em Brasília, junto aos parlamentares, órgãos e autarquias, além do fato que acompanhar o andamento do projeto da rodovia desde a fase embrionária.

De acordo com Altef, retomada dos trabalhos está normal sem nenhum entrave, e a autorização de reinicio ocorreu em junho, pelo ministro dos Transportes, Valter Casimiro, após quase dois anos de paralisação devido a impasses judiciais. O recomeço coincidiu com o início do período chuvoso, levando a empresa a diminuir o ritmo de trabalho. Contudo, está mantido o andamento de serviços como topografia, laboratório e construção de cerca ao longo do trajeto.

“É natural diminuir o número de operários e maquinários durante o curso da obra, porém a empresa não parou os trabalhos após a retomada, e está procurando executar os serviços que são possíveis nesta época do ano”, disse o advogado, que esteve reunido com representantes da empresa antes da reunião na ACII.

Considerado elo importante de ligação por asfalto entre o Vale do Rio Grande e o baixo Vale do Paranaíba, a rodovia tem R$13 milhões previstos no orçamento deste ano. Para o orçamento de 2019, existe a previsão de outros R$53 milhões, sendo R$33 milhões, indicados pela bancada ao Orçamento Geral da União (OGU) pelo deputado Aelton Freitas e R$20 milhões como saldo do DNIT.

A obra de construção da rodovia, teve início em 2014 com previsão de término em 2016. Sofreu o revês da falência da primeira empresa vencedora da licitação, e as demais classificadas no edital entraram na Justiça. Até o momento a atual construtora, empregou 120 trabalhadores, sendo 80% moradores de Ituiutaba.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

CONTINUAR LENDO

CLOSE
FECHAR