Saúde e Bem-estar

A obesidade precisa ser tratada?

obesidade tem que ser tratada como uma doença crônica, assim como a Diabetes e a Hipertensão. Apesar de se tratar de uma condição clínica individual, a obesidade é vista, cada vez mais, como um sério e crescente problema de saúde pública. Porém, opção por uma rotina alimentar saudável e a prática de exercícios físicos podem contribuir com a prevenção e tratamento.

A obesidade pode ser definida como um índice de massa corporal (IMC) acima de 25. Quando esse índice está acima de 40, ela é definida como mórbida. Este número é obtido dividindo-se o peso em quilogramas pela altura em metros ao quadrado. Sem dúvida, a obesidade pode ser considerada uma doença e, nos dias atuais, uma epidemia que só vai aumentar.

Dentre as causas se destacam os fatores genéticos, ambientais (hábitos pessoais e familiares), hábitos populacionais, religião, fatores sócio-econômicos, compulsão ou depressão, entre outros. Podemos dizer que existe o melhor tratamento da obesidade? A correta avaliação por médico é a melhor opção, que poderá indicar o tratamento adequado para o perfil do paciente, de acordo com os fatores relacionados, identificados por exames e consulta. Não podemos falar no melhor tratamento, mas sempre pensar em prescrever um tendo em vista as condições da pessoa. Cada caso é um caso, sempre.

A obesidade é fator de risco para uma série de doenças. O obeso tem mais propensão a desenvolver problemas como hipertensão, aumento do colesterol, aumento dos triglicérides, diabetes tipo 2, pedra na vesícula, gota, artrite, cansaço, refluxo esofágico, tumores de intestino e de vesícula, coronariopatia, insuficiência renal, apnéia noturna do sono, esteatose hepática, insuficiências glandulares, entre outros.  A obesidade pode, também, mexer com fatores psicológicos, acarretando diminuição da autoestima e depressão. A obesidade pode também levar a limitação física a trabalhos básicos e à locomoção.

Todos os programas de tratamento do excesso de peso requerem mudanças nos hábitos alimentares, aumento de atividade física e mudanças comportamentais. Os medicamentos podem ser indicados quando o paciente com o IMC > 30 e nos pacientes com IMC entre 27 e 30 que tenham concomitantemente algum problema de saúde associado ao excesso de peso. O uso de medicamentos para o tratamento da obesidade é seguro desde que prescritas por um profissional capacitado. As medicações foram liberadas com base em estudos de eficácia e segurança. Cada medicação tem suas peculiaridades e diferentes mecanismos de ação. A decisão sobre qual medicamento deverá ser utilizada é feita com base nas características clínicas de cada paciente após uma consulta muito bem detalhada. Quando bem indicado, os medicamentos podem auxiliar bastante no tratamento.

Dra. Kenia Guimarães – Nutrologia

CRM/MG: 75874

Tratamento da obesidade e práticas esportivas – Consultório Viver, Avenida 19, n° 1764, Centro. Telefone: (34) 3262-3785 – Ituiutaba/MG.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

CONTINUAR LENDO