Saúde e Bem-estar

Casa de Apoio Nossa Senhora Aparecida reabre suas portas em Barretos

Depois de vinte e sete meses de portas fechada, por conta do cancelamento dos repasses de verbas por parte da administração anterior, a Casa de Apoio Nossa Senhora Aparecida, que acolhe pacientes em tratamento contra o Câncer na cidade de Barretos, finalmente reiniciou suas atividades na última segunda-feira (2). “A reabertura desta casa só foi possível graças ao compromisso feito pelo prefeito Fued Dib, ainda durante a campanha, que agora veio a se concretizar”, afirmou o vereador, André Vilela (MDB).

A solenidade que oficializou a reabertura da Casa de Apoio Nossa Senhora Aparecida, foi acompanhada pelo secretário municipal de Governo, José João Dib Neto, que foi conhecer de perto as novas acomodações e o serviço que será oferecido, não apenas aos pacientes, mas também aos acompanhantes na cidade de Barretos.

“A administração do prefeito Fued Dib tem procurado dar todo apoio às entidades que prestam assistência à população de Ituiutaba, dentro e fora do município. E neste sentido, é inquestionável o trabalho desenvolvido aqui em Barretos pela Casa de Apoio Nossa Senhora Aparecida. Quero cumprimentar o vereador André Vilela, idealizador deste projeto e o presidente da Casa, Fávio Amuy, pelo empenho e dedicação no acolhimento destes pacientes em tratamento contra o câncer”, disse o secretário Dib Neto.

A nova Casa de Apoio Nossa Senhora Aparecida está instalada a duas quadras do Hospital de Barretos e conta com vinte e quatro leitos, sendo doze para homens e doze para mulheres. Possui ainda banheiros separados e área comum de convivência. O local permanecerá de portas abertas de segunda a domingo, com café da manhã, almoço, lanche da tarde e jantar.

“O objetivo desta casa é oferecer um ambiente acolhedor, sem nenhum tipo de discriminação, onde todos são tratados com respeito e carinho. Estamos aqui para receber pacientes e acompanhantes de Ituiutaba, mas também não fecharemos as portas para pessoas de outras cidades da região que vierem em busca de acolhimento”, afirmou o presidente da Casa de Apoio Nossa Senhora Aparecida, Fábio Amuy.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

CONTINUAR LENDO

CLOSE
FECHAR