Saúde e Bem-estar

Gurinhatã encerrou o Janeiro Branco com sucesso

Foto: Ascom Gurinhatã

Quem desconhecia o tema, passou a conhecer o porquê do Janeiro Branco. O mês de janeiro voltamos o nosso olhar para a prevenção em Saúde Mental. Primeiro mês do ano, fazermos uma autoanalise de renovação, planejamento e análise de nossas emoções e sentimentos que nos causam disfunções e adoecimentos emocionais e tóxicos, como frequentes mágoas, tristezas, ressentimentos, angustias, ansiedades, depressões e outras emoções que fazem constantes parte da nossa vida.

Esse é o principal objetivo para esse trabalho promovido pela Prefeitura Municipal, por intermédio do Departamento de Saúde, Departamento de Assistência Social e CRAS – Centro de Referências em Assistência Social, onde observa-se que se não estivermos bem conosco mesmo, não estaremos bem em lugar nenhum do mundo.  O conceito real de saúde também perpassa pela saúde de nossas emoções, pois o que não é resolvido na mente, o corpo transforma em doenças.

A ação da prefeitura efetivou mobilizações e educação em saúde no comércio local, almoxarifado, funcionários da saúde no PSF Urbano Dona Francisca Toscano, Academia da Saúde, sala de espera no PSF Rural Divino Gonçalves Pereira em Flor de Minas, Lar do Idoso, professores das escolas municipais e prefeitura, setor administrativo, além do Departamento de Educação.

A importância de se realizar o “Janeiro de Branco” em Gurinhatã, foi para fazer um convite para repensar em como está nossa saúde mental, derrubar o preconceito de que depressão, transtorno do pânico, ansiedades, bipolaridade e outros adoecimentos mentais não é frescura, falta de Deus na vida, coisa de quem não tem o que fazer ou simplesmente chamar a atenção. Tais transtornos adoecem e tiram a qualidade de vida, e ninguém está isento de tê-los.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

CONTINUAR LENDO