Saúde e Bem-estar

Minas tem mais de 23 mil casos de dengue e sete mortes em 2018; Ituiutaba é uma das cidades com registro de óbito

Com relação à febre chikungunya, o Estado contabilizou 10.482 casos prováveis da doença

Minas Gerais registrou 23.265 casos prováveis de dengue neste ano, que são aqueles confirmados mais os suspeitos. São 171 casos a mais do que os divulgados no último boletim, quando foram registrados 23.094. Sete pessoas morreram, sendo que os óbitos foram registrados nos municípios de Arcos, Conceição do Pará, Contagem, Ituiutaba, Lagoa da Prata, Moema e Uberaba. Outras nove mortes seguem em investigação.

Com relação à febre chikungunya, o Estado contabilizou 10.482 casos prováveis da doença, todos concentrados na região do Vale do Aço. São 72 casos a mais em relação ao levantamento divulgado há duas semanas, quando foram registrados 10.404 casos. Uma pessoa morreu no município de Coronel Fabriciano em 2018 e uma morte segue em investigação.

Já sobre a zika, foram registrados 177 casos prováveis da doença em 2018, sem nenhuma morte.

Segundo a Secretaria de Estado da Saúde, o período de maior ocorrência de casos é o chuvoso, que tem início entre outubro e novembro, quando a população deve redobrar a atenção com objetos que possam virar criadouro do mosquito Aedes aegypti, transmissor das três doenças.

Caso em Ituiutaba

No mês de maio, resultados dos exames confirmaram a morte por dengue de uma mulher de 54 anos.

A vítima, que morava no Bairro Gardênia, morreu no dia 23 de abril e estava sendo atendida no Hospital São José.

Fonte: Hoje em Dia

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

CONTINUAR LENDO

CLOSE
FECHAR