Saúde e Bem-estar

Saúde inicia campanha contra hepatites virais

A Secretaria Municipal de Saúde está empenhada em conscientizar a população de Ituiutaba sobre a importância da realização do Teste Rápido de Tuberculose, que possibilita o diagnóstico e tratamento da doença ainda na fase precoce, aumentando consideravelmente a chance de cura e evitando que haja a evolução da doença para quadros mais graves como cirrose ou câncer de fígado.

“O teste é feito através da coleta de uma quantidade mínima de sangue, no dedo do paciente, e o resultado é conhecido em trinta minutos. É tudo muito rápido e sem qualquer procedimento invasivo. Em Ituiutaba os testes estão disponíveis em todas as 11 unidades das
Equipes de Saúde da Família, bem como, na Unidade Mista de Saúde I”, disse a coordenadora do programa, Isabella Cristina Borges.

As hepatites virais são doenças silenciosas, que nem sempre apresentam sintomas específicos. Por este motivo e pela não realização de testes para seu diagnóstico, aumentam os riscos de que a infecção possa evoluir e se tornar crônica, causando danos mais graves ao fígado, como cirrose e câncer. Alguns sintomas que podem ser indicadores da doença são, cansaço, febre, mal-estar, tontura, enjoo, vômitos, dor abdominal, pele e olhos amarelados, urina escura e fezes claras.

No Brasil, as hepatites virais mais comuns são as causadas pelos vírus A, B e C. Existem ainda os vírus D e E, sendo este último mais frequente na África e na Ásia. No Brasil, segundo a Coordenação Nacional de Hepatites Virais, existem mais de 40 mil pessoas diagnosticadas. Em Ituiutaba, desde o ano de 2011 já foram diagnosticadas 579 pessoas, sendo 282 do sexo feminino e 297 do sexo masculino.

Nos últimos 5 anos foram diagnosticados 78 novos casos da doença. A hepatite C tem cura em mais de 90% dos casos quando o tratamento é seguido corretamente. As hepatites B e D têm tratamento e podem ser controladas, evitando sua evolução para cirrose e câncer.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

CONTINUAR LENDO