Saúde e Bem-estar

Saúde ocular. Você cuida da sua?

Estudos comprovam que existem mais de 1 milhão de cegos no Brasil

“Os olhos são as janelas da alma e o espelho do mundo”, é com essa citação de Leonardo da Vinci que o Hospital Santa Genoveva comemora em 10 de julho, o Dia Mundial da Saúde Ocular. Quando falamos em cuidados com a saúde e exames preventivos, poucas pessoas se preocupam, também, com a visão. Esquecem que a consulta periódica com um oftalmologista é essencial para prevenir problemas oculares, que podem ocorrer em qualquer fase da vida.

Segundo dados da Agência Brasil, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou em 2015, que 6,2% da população brasileira possui alguma deficiência. Desse número, cerca de 3,6% tem algum tipo de deficiência visual, sendo mais comum entre as pessoas com mais de 60 anos. A Organização Mundial da Saúde (OMS) estima que o Brasil tenha aproximadamente 1,2 milhões de cegos, dos quais cerca de 700 mil poderiam ter essa condição evitada ou revertida, caso recebessem o tratamento adequado a tempo. Dados da OMS indicam que em 2020 existirão 75 milhões de pessoas cegas no mundo.

De acordo com Censo Oftalmológico realizado pelo Conselho Brasileiro de Oftalmologia (CBO) divulgado em 2014, a população míope é estimada entre 22 e 72 milhões de indivíduos, enquanto a hipermetropia atinge aproximadamente 68 milhões de pessoas e a presbiopia, 37 milhões.

Para o oftalmologista do Hospital Santa Genoveva, Adael Soares, é importante realizar acompanhamento oftalmológico de rotina anualmente, já que algumas doenças como o glaucoma e a retinopatia diabética podem ser assintomáticas no início e, se não tratadas adequadamente, podem levar à perda irreversível da visão.

“As principais doenças oculares, conhecidas como vícios refrativos, que exigem o uso de óculos e podem ser descobertas nas consultas de rotina. Os problemas mais comuns encontrados são os vícios de refração e, a partir da quinta década de vida, além do mencionado tem-se o aumento da prevalência do aparecimento de catarata, glaucoma e retinopatia diabética. A catarata, por exemplo, é uma patologia relacionada ao envelhecimento biológico, porém alguns hábitos como tabagismo, diabetes, uso crônico de corticoides e exposição solar prolongada aceleram o surgimento e progressão”, comenta.

“Estudos recentes estimam, por exemplo, que a quantidade de míopes no mundo deve dobrar nas próximas duas décadas, devido, principalmente, ao uso de equipamentos eletrônicos que têm sido usados frequentemente desde a primeira infância”, completa o médico.

Adael salienta que a idade ideal para procurar o oftalmologista é  a partir do nascimento, quando realizam o exame de fundo de olho, importante para descartar doenças no recém-nascido como: catarata congênita, toxoplasmose ocular, glaucoma congênito e tumores oculares. “As patologias visuais podem acometer pacientes em todas as fases da vida, por isso é importante realizar testes já nos primeiros 30 dias de vida e, depois, as consultas devem acontecer anualmente”, finaliza o oftalmologista.

Principais sintomas de que você pode ter algum problema na visão

1- Embaçamento visual

2- Dor de cabeça

3- Olhos vermelhos

4- Secreção

5- Coceira excessiva nos olhos

Tags:
 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

CONTINUAR LENDO

CLOSE
FECHAR