Redação | Comercial
Tecnologia

Motorola marca data para lançar novos celulares neste mês; saiba o que esperar

A Motorola está pronta para revelar mais celulares para 2017, possivelmente com novos tops de linha. A empresa começou a distribuir convites para o evento, que a Motorola chama apenas de #hellomotoworld e vai acontecer no dia 25 de julho na cidade de Nova York.

Julgando pelos vazamentos recentes, são dois aparelhos que estão prestes a sair do forno. O primeiro é a quarta geração do Moto X, que será um intermediário premium diferente do Moto Z2 Play por não ter compatibilidade com os snaps e apresentar um design novo. O outro modelo é o Moto Z2 Force, que tem a tela Shattershield inquebrável e é uma evolução do modelo de 2016, compatível com os snaps.

O Moto X4 seria equipado com um processador Qualcomm Snapdragon 630, com tem tela Full HD de 5,2 polegadas curva, 4 GB de RAM e 64 GB de armazenamento interno, além de entrada de cartão microSD. Ele tem uma moldura de alumínio e certificação IP68, que garante seu funcionamento mesmo depois de ficar mergulhado em até 1,5 metro de água por 30 minutos. A bateria dele será de 3.000 mAh. Na parte frontal, o sensor de impressão digital vai, além de desbloquear o dispositivo, reconhecer gestos para navegação no aparelho.

O aparelho ainda terá um sistema de câmera dupla na traseira, segundo o VentureBeat, com a combinação de sensores de 8 e 12 megapixels, além de uma câmera frontal de 16 megapixels.

Já o Moto Z2 Force é limitado pela obrigatoriedade de compatibilidade com os snaps. Isso força o design a ser basicamente o mesmo do Moto Z de 2016; apenas o leitor de impressões digitais deve ser diferente, abandonando o layout quadrado em favor de um formato mais curvilíneo como todos os aparelhos de 2017 da Motorola. A entrada para fones de ouvido não fez nenhum retorno triunfal, como muitos esperavam.

Testes de desempenho vazados também antecipam algumas das especificações que podemos esperar do Moto Z2 Force. O modelo deve incluir um processador Snapdragon 835 (o mais poderoso da Qualcomm até hoje), 4 GB de memória RAM e 64 GB de armazenamento interno, com tela de 5,5 polegadas e resolução de 2560×1440.

A dúvida é se haverá uma versão “pura” do Moto Z2, sem a tela Shattershield; até o momento, não houve nenhum vazamento relacionado ao modelo. No ano passado, as duas versões foram lançadas, mas só a edição “não-Force” foi disponibilizada no Brasil. Além do painel mais resistente, o Moto Z Force também tinha uma bateria mais parruda, com 3.500 mAh contra apenas 2.600 mAh do Moto Z simples.

(Via Olhar Digital)

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *