Redação | Comercial
Cultura

Vereadores aprovam indicação que sugere construção de estacionamento em área que abriga patrimônio histórico

O Museu Antropológico de Ituiutaba (Musai) fica ao lado do Hospital São José. Foto: Jaqueline Barbosa

Os vereadores de Ituiutaba aprovaram na sessão ordinária de segunda-feira (14), por unanimidade, a indicação ao Executivo para que seja estudada a possibilidade da construção de um estacionamento para o Hospital São José, em área que abriga o Museu Antropológico de Ituiutaba (Musai), Patrimônio Histórico e tombado. A indicação foi feita pelo vereador Wellington Arantes, o Batuta.

No documento encaminhado ao Executivo, o vereador justifica que “considerando que o local indicado para a construção de estacionamento conta com espaço inutilizado pelo Musai, haja vista que o Hospital São José encontra-se em expansão, irá gerar um grande fluxo de pacientes e carros”.

Ainda segundo o documento, “atualmente, a situação do estacionamento é na própria avenida 3, e não há mais espaço, sendo assim a construção do novo estacionamento trará mais conforto para os pacientes, acompanhantes que frequentam o Hospital São José e até mesmo os visitantes do Musai”.

Conforme explica o diretor da Fundação Cultural, Jaderson Agostinho, o Musai é Patrimônio Histórico, e um bem tombado com registro em todos os órgãos competentes. “O espaço do Musai faz parte da história da cidade que, ao longo da história, está presente de forma efetiva. A partir do momento que o bem é tombado, ele faz parte da história e não pode haver intervenções nem na sua estrutura física nem no seu entorno”, ressalta o diretor.

O diretor ainda salienta a importância de, em vez de indicar a destituição, estimular o conhecimento desses bens sejam materiais ou imateriais que compõe o Patrimônio Histórico o município. “Espero, sinceramente, que no futuro os outros vereadores façam um levantamento mais apurado sobre a história desses locais. Porque, como diz o pensador Edmund Burke, aqueles que não conhecem a história, estão fadados a repetí-la”.

(Jaqueline Barbosa)

 

Jaqueline Barbosa

Jornalista tijucana, com formação em Comunicação Social / Habilitação em Jornalismo na Universidade de Uberaba

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.