conecte-se conosco

Educação

Professores efetivos de sete cursos da UEMG Ituiutaba são empossados nos cargos em BH

Publicado

em

Foto: UEMG

O clima no Auditório Juscelino Kubtischek da Cidade Administrativa na última quarta-feira, 11, era de entusiasmo. Em cerimônia de posse realizada no local, marcaram presença a maioria dos 256 professores nomeados recentemente pelo governo do estado após aprovação em concurso público da UEMG para o cargo de Professor de Educação Superior.

Muitos estiveram acompanhados de familiares para a assinatura do termo de posse e obtenção dos documentos necessários ao início das atividades nas Unidades Acadêmicas de destino – atuarão pela UEMG nos municípios de Carangola, Campanha, Cláudio, Diamantina, Divinópolis, Ibirité, Ituiutaba, Frutal e Passos. Ao final, as turmas de cada edital do concurso foram chamadas ao palco para receber os cumprimentos da gestão da Universidade, e para a realização do registro fotográfico do momento.

Diante da secretária em exercício da Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão de Minas Gerais (Seplag-MG), Luísa Cardoso Barreto, do subsecretário de Articulação Institucional, da Secretaria de Governo (Segov-MG), Samir Carvalho Moysés, e da presidente da Associação dos Docentes da UEMG (Aduemg), Simone Medeiros de Carvalho, a reitora da UEMG, Lavínia Rosa Rodrigues, saudou os novos professores efetivos da Universidade: “Vocês nos inspiram a caminharmos juntos para consolidar a instituição, que abre suas portas para, juntos, continuarmos trabalhando na diminuição das desigualdades sociais e regionais, abrigando uma particular diversidade cultural e pluralidade de ideias”.

Em seu momento de fala, Luísa Barreto enalteceu a vocação nobre do serviço público: “Assumimos essa posição pela vontade de servir à população, de causar mudanças, de fazer a diferença. O serviço público às vezes é ingrato, as mudanças frequentemente não vêm tão rápido quanto a gente gostaria, mas a nossa entrega é muito relevante”, comentou a secretária em exercício durante a mesa de abertura, que contou ainda com a presença da reitora da UEMG, do vice-reitor, Thiago Torres, e dos pró-reitores Fernando Sette Júnior (Planejamento, Gestão e Finanças), Magda Chamon (Pesquisa e Pós-Graduação), Michelle Rodrigues (Ensino) e Moacyr Laterza Filho (Extensão).

Consolidação institucional

O preenchimento dos cargos é vital para a estruturação das atividades nas Unidades Acadêmicas do interior, sobretudo naquelas que foram absorvidas entre 2013 e 2014, como é o caso da Unidade Ituiutaba. Pela primeira vez, elas poderão contar com um corpo docente efetivo visando ao fortalecimento dos departamentos locais e à uma atuação perene e estratégica quanto às ações de ensino, pesquisa e extensão.

A efetivação dos concursados representa também movimento importante no contexto geral da Universidade, ao ampliar para 54% o número de professores de carreira dentro da instituição, que passa a contar com 845 profissionais com essa modalidade de vínculo.

A Pró-reitoria de Planejamento, Gestão e Finanças da UEMG ressalta, ainda, que a posse dos servidores não trará impacto adicional à folha de pagamentos, uma vez que eles passarão a ocupar vagas que eram destinadas anualmente para designação.

Cursos e professores efetivos em Ituiutaba

Direito

Antonio Rodrigues Neto

Carolina Costa De Aguiar

Fausto Amador Alves Neto

Gustavo De Carvalho Marin

Jackelline Fraga Pessanha

Jamile Goncalves Calissi

Joao Hagenbeck Parizzi

Lucas De Andrade Lima Cavalcante

Luiza Maria De Assuncao

Marcelo Sant Anna Vieira Gomes

Maria Carolina Silveira Beraldo

Murilo Leite Pereira Neto

Renato Zanolla Montefusco

Thalles Ricardo Alciati Valim

Tulio Arantes Bozola

Ciências Biológicas

Alex Fiori Da Silva

David Teixeira Guidoti

Edigar Henrique Vaz

Juliane Silberschmidt Freitas

Larissa Romanello

Marco Miguel de Oliveira

Nathalle Cristine Alencar Fagundes

Pedro Victor Buck

Rafael Rios Moura

Rosiane Nascimento Alves

Samara De Paiva Barros Rodrigues Alves

Agronomia

Ana Cecilia Guedes

Bruno De Moraes Nunes

Cintia Ladeira Handa

Douglas Siqueira Freitas

Gustavo Henrique Freiria

Henrique Amorim Machado

Jose Ricardo Ferreira Lopes

Juliana Pelegrini Roviero

Julyana Machado Da Silva Martins

Moises Felix De Carvalho Neto

Patricia Soares Rezende

Renata Fernandes De Queiroz

Pedagogia

Alex Cristiano de Souza  

Arthur Iraçu Amaral Fuscaldo

Claudia Regina dos Santos  

Celia Regina da Silva  

Vitor Sergio de Almeida 

Fernanda Fernandes dos Santos Rodrigues 

Patrícia Lopes Jorge Franco

Patrícia Alves Cardoso

Vinícius Sanches Tizzo

Psicologia

Alyssa Magalhaes Prado

Anderson Mesquita Do Nascimento

Ana Carolina Rimoldi De Lima

Celia Regina Silva

Debora Ferreira Bossa

Fabiana Batistucci De Lima

Gabriela Franco De Almeida

Isabella Drummond Oliveira Laterza Alves

Larissa Guimaraes Martins Abrao

Química

Ananda Fagundes Guarda

Dayana Alves Rodrigues

Karen Araujo Borges

Larissa Pereira Caetano

Rafael de Oliveira Pedro

Stella Hernandez Maganhi

Educação Física

Júlio César Camargo Alves

Wesley Marques da Silva

Teresa Ontanon Barragan

Educação

Aulas presenciais em escolas particulares são suspensas por tempo indeterminado em Minas

Publicado

em

A segunda vice-presidente do TRT-MG, desembargadora Camilla Guimarães Pereira Zeidler, prorrogou, na última sexta (27), em decisão liminar, a suspensão, por tempo indeterminado, das atividades desempenhadas pelos professores nas dependências das escolas particulares em todo o estado de Minas Gerais, em função da pandemia do coronavírus. Decisão anterior havia determinado a suspensão das atividades até o próximo dia 31 de março, mas, diante do contexto atual de agravamento da pandemia causada  pela  Covid-19, a desembargadora, atendendo pedido do Sindicato dos Professores de Escolas Particulares do Estado, Sinpro Minas, estendeu por tempo indeterminado, os efeitos da decisão liminar anterior.

A desembargadora ressaltou que a desobediência à suspensão judicial se caracterizará, também, pela oposição de dificuldades por quaisquer das partes, com  possibilidade de apuração de eventual responsabilidade  dos  dirigentes  sindicais e  dos empregadores, inclusive de natureza penal (artigo 9º, parágrafo 2º, da CF/88). De acordo com a liminar, a compensação dos dias não trabalhados deverá ser negociada, oportunamente, entre as partes.

Presença em casos excepcionais

Sobre a presença de professores nas escolas, a desembargadora lembrou que foi permitida somente em situações excepcionais, tais como “prestação dos serviços dos médicos professores  e  demais  profissionais  que  atuam  nas  atividades-meio  de  hospitais  e unidades médicas vinculadas a instituições de ensinoVale frisar que, para fazer frente à gravidade da situação vivenciada, se faz necessário o esforço de todos, inclusive com o aproveitamento máximo dos recursos disponíveis”, afirmou.

Conforme frisou a desembargadora, o momento exige das instituições de ensino, dos professores e demais profissionais disposição para o aprimoramento e desenvolvimento de novas competências técnicas e de relacionamento interpessoal. Dessa forma, aqueles professores que têm alguma dificuldade para lidar com recursos tecnológicos podem receber o auxílio ou as orientações pertinentes de forma não presencial.

A  alegada  inexistência  de  estrutura  física  ou  de  materiais  totalmente  adequados  à  gravação  de aulas,  tampouco  justifica  o  comparecimento  dos  professores  às  escolas,  sendo  que,  por  óbvio, inúmeras  empresas,  no  Brasil  e  em  todo  o  mundo,  vem  enfrentando  dificuldades  e  buscando alternativas que preservem a vida e a saúde de seus empregados e da coletividade”, destacou a decisão.

  • PJe: 0010443-06.2020.5.03.0000 (DC) — Data: 27/3/2020
Continue lendo

Educação

Secretária de Educação de Ituiutaba fala sobre suspensão das atividades nas escolas até 17 de abril; ouça

Publicado

em

Foto: Reprodução

Conforme decreto publicado pela Prefeitura de Ituiutaba, diversos serviços oferecidos por entes ligados ao Executivo sofreram alterações como suspensão como medidas de combate ao novo coronavírus (Covid-19).

De forma preventiva e que antecedeu ao decreto, as aulas nas escolas da rede municipal haviam sido suspensas até nesta sexta-feira, 20, como divulgou o Pontal em Foco.

Em consonância com as orientações do Comitê de Enfrentamento ao Novo Coronavírus em Ituiutaba e com o decreto do Poder Executivo Municipal, a Secretaria de Educação suspendeu as atividades nas escolas até o dia 17 de abril.

Na manhã de hoje, 20, Edmar Paranaíba, secretária de Educação, pontuou algumas questões sobre a decisão e ofereceu orientações aos gestores da Educação e aos pais e alunos. Ouça no áudio acima!

Aulas nas escolas da rede municipal e creches de Ituiutaba são suspensas de 18 a 20 de março

Continue lendo

Educação

Rede estadual tem calendário de aulas alterado como medida preventiva contra o coronavírus

Publicado

em

Foto: Reprodução

Com o objetivo de ampliar ainda mais as ações de prevenção e enfrentamento ao coronavírus em Minas Gerais, o governador Romeu Zema determinou, nessa terça-feira (17/3), a suspensão das aulas nas escolas da rede pública estadual, por tempo indeterminado, em municípios localizados na Região Central de Minas, de acordo com referências regionais classificadas pela Secretaria de Estado de Saúde (SES-MG). A medida foi adotada uma vez que Belo Horizonte registrou transmissão comunitária e em outros municípios da região foram confirmados casos da doença, de acordo com o último boletim divulgado pela pasta.

Para as demais escolas da rede pública estadual continuam as orientações já publicadas pelo Governo de Minas da suspensão das atividades escolares entre os dias 18 e 22 de março. Neste período, a Rede se reorganizará e avaliará as medidas que poderão ser adotadas, sempre de acordo com as diretrizes da SES-MG.

Na segunda-feira (16/3), durante divulgação à imprensa de mais medidas para o enfrentamento da pandemia, o secretário adjunto de Educação, Edelves Luna, destacou que a medida foi tomada “na perspectiva do zelo, cuidado, da reorganização, da escuta e do profundo diálogo” com todos os envolvidos. “É nesta perspectiva que essa parada se dá, a partir de quarta-feira até domingo, para acompanhar a identificação de casos em todo o estado e pensarmos quais serão as melhores medidas a serem tomadas a partir da segunda-feira, dia 23”, disse.

Para as escolas dessas regiões, a previsão de retomada das atividades escolares será no dia 23 de março. O governo estadual ressalta, ainda, que todas as medidas têm como objetivo minimizar futuros impactos da pandemia.

O recesso estabelecido pelo Governo de Minas nas escolas públicas estaduais está em sintonia com as determinações do Ministério da Saúde para combater a disseminação do Covid-19 no país.

Cartilha

Na última semana, a Secretaria de Estado de Educação (SEE), em parceria com a SES-MG, encaminhou às escolas públicas estaduais orientações sobre prevenção e cuidados quanto ao coronavírus (Covid-19). O material traz informações sobre o vírus, sintomas e formas de prevenir a contaminação. As dicas são voltadas para o ambiente escolar, mas podem ser utilizadas pela população de forma geral, no dia a dia.

Para consultar o material, clique aqui.

O vírus

Segundo informações disponibilizadas pela SES-MG, os coronavírus são uma família de vírus que causam infecções respiratórias. O novo agente do coronavírus – SARS-Cov-2 – foi descoberto em 31 de dezembro de 2019, após casos registrados na China.

Ainda de acordo com informações da Secretaria de Estado de Saúde, coronavírus humanos foram isolados pela primeira vez em 1937. No entanto, foi em 1965 que recebeu a descrição como coronavírus, em decorrência do perfil na microscopia, parecido com uma coroa.

A SES-MG reúne todas as informações sobre a doença, formas de contágio e prevenção em uma página de referência. Acesse em: www.saude.mg.gov.br/coronavirus.

Continue lendo

+ lidas