conecte-se conosco

Esportes

Atleta de 8 anos residente em Patos de Minas é destaque em competições de corrida; Júlia competiu 18 vezes e obteve pódio em 17

Publicado

em

Dizem que “filha de peixe, peixinho é”! E um dos maiores atletas da Décima Região da Polícia Militar, o 1° tenente Edmar Alves Pereira, sempre motivou sua filha, Júlia, a participar de eventos esportivos.

Ocorre que Júlia Pereira Cruz tem apenas 8 anos de idade e um currículo invejável. Em 18 provas disputadas, ela conquistou 17 pódios, sendo quinze em 1º lugar, dois em 2º lugar, além de uma 4º colocação, realização de dar inveja em grandes atletas.

Júlia já competiu em diversas cidades como Brasília e Riacho Fundo/DF, Uberlândia, Uberaba, Patos de Minas, Patrocínio, Araxá, Boituva/SP, São Gotardo, Guimarânia e São Paulo.

No dia 22 de dezembro de 2018, no Conjunto Desportivo Constâncio Vaz Guimarães, no Ibirapuera em São Paulo, a pequena atleta participou da 25ª Edição da Corrida de São Silvestrinha, que foi criada com o objetivo de incentivar a prática esportiva e ampliar a base do esporte, reunindo atletas de 6 a 17 anos, no masculino e feminino, em provas que variam de 50 a 800 metros.

Conquistas

2º Lugar IV Corrida Mirim Pequenos Guardiões Categoria 5 anos em Riacho Fundo/DF  – 2015;

2º Lugar Corrida Contapassinhos Categoria 5 anos em Brasília/DF – 2015;

4º Lugar Corrida Contapassinhos Categoria 06 anos em Brasília/DF – 2016;

1º Lugar Corrida do Pipoquinha Categoria 06 anos em Patos de Minas/MG – 2016;

1º Lugar Corrida Kids“Uberlândia 10 Milhas” Categoria 06 a 07 anos – 2016;

1º Lugar Corrida da Cenoura Categoria 07 anos em São Gotardo/MG – 2017

1º Lugar Corrida do PipoquinhaCategoria 07 anos em Patos de Minas/MG – 2017;

1º Lugar Corrida 102 de São Gotardo/MG Categoria 07 anos –  2017;

1º Lugar Corrida Kids Aniversário do 46º BPM Categoria 07 anos em Patrocínio/MG – 2017;

1º Lugar 4ª Corrida Kids& Caminhada de Carnaval Categoria 07 anos em Araxá/MG – 2018;

1º Lugar Corrida da Cenoura Categoria 08 anos em São Gotardo/MG – 2018;

1º Lugar Corrida de Rua Guimarânia/MG Categoria 07 anos – 2018;

1º Lugar Corrida do Pipoquinha Categoria 08 anos em Patos de Minas/MG – 2018;

1º Lugar Corrida Kids na “Meia Maratona” Categoria 08 a 09 anos em Uberaba/MG – 2018;

1º Lugar Corrida Kids na “Maratona” Categoria 08 a 09 anos em Uberlândia/MG – 2018;

1º Lugar Corrida Kids na “ApuanaTrail” Categoria 08 a 09 anos em Uberlândia/MG – 2018;

1º Lugar Corrida KidsNine Run categoria 08 a 09 anos em Boituva/SP – 2018;

1º Lugar Corrida São Silvestrinha categoria 08 anos em São Paulo/SP – 2018.

Esportes

Clubes decidem ampliar férias de jogadores por mais 10 dias

Publicado

em

Foto: EBC

Em reunião realizada nesta terça (14) por videoconferência, a Comissão Nacional de Clubes (CNC) decidiu ampliar as férias de jogadores de equipes de futebol das séries A e B do Campeonato Brasileiro por mais 10 dias por conta da pandemia do novo coronavírus (covid-19). Com isso, o retorno das atividades, que estavam previstas para o dia 21 de abril, passa para o dia primeiro de maio.

Na nota divulgada após a reunião, o CNC informou que a medida tem “o objetivo de preservar o calendário do futebol brasileiro e todas as suas competições (Estaduais, Copa do Brasil e Campeonato Brasileiro)”.

O encontro do CNC, que é um “órgão estatutário da CBF com independência deliberativa dos clubes”, contou com a participação de representantes de clubes das séries A e B do Campeonato Brasileiro.

Porém, a decisão não foi por unanimidade. Segundo a CNC, Flamengo, Vasco e Botafogo não optaram pela ampliação das férias, pois aguardam “o resultado de estudos objetivando um possível retorno do Campeonato Estadual do Rio de Janeiro no mês de maio, desde que isso não prejudique o calendário do futebol nacional”.

Continue lendo

Esportes

Covid-19: Tradicional Torneio de Wimbledon é cancelado

Publicado

em

Pela primeira vez desde 1945, na ocasião da Segunda Guerra Mundial, o torneio de tênis de Wimbledon (Inglaterra) não será disputado. O All England Club, organizador de um dos eventos mais tradicionais do esporte mundial, anunciou nesta quarta-feira (1º) o cancelamento da edição deste ano do torneio. O campeonato, que faz parte do chamado Grand Slam da modalidade – as quatro maiores competições do circuito mundial de tênis engloba ainda Aberto da Austrália, Roland Garros e US Open – estava marcado para iniciar em 29 de junho, mas não será realizado em função do combate à pademia do novo coronavírus (covid-19), que já infectou quase 30 mil pessoas e vitimou outras 2.352 no Reino Unido.

“O principal, para nós, é a saúde e a segurança de todos que se reúnem para fazer Wimbledon acontecer – público no Reino Unido, visitantes, jogadores, convidados, membros, equipe, voluntários, parceiros, contratados e residentes locais – assim como nossa responsabilidade com os esforços da sociedade para enfrentar esse desafio global”, relata o comunicado oficial publicado no site oficial.

“Vamos nos concentrar em como podemos usar a amplitude dos recursos de Wimbledon para ajudar aqueles em nossas comunidades. Nossos pensamentos estão com os que já foram e continuam a ser afetados nesse momento sem precedentes”, disse o presidente do All England Club, Ian Hewitt, também conforme a nota. Os organizadores já haviam informado ser difícil adiar o torneio por conta do curto período do ano disponível para jogos em quadras de grama, cuja qualidade é afetada em épocas de muita chuva ou frio.

Disputado desde 1877, Wimbledon só não havia sido realizado entre 1916 e 1918 e, depois, entre 1941 e 1945, sempre por causa das Guerras Mundiais. A próxima edição está marcada para 28 de junho a 11 de julho do ano que vem.

Além da competição em solo britânico, outro Grand Slam já havia sido afetado pela pandemia do novo coronavírus. O torneio de Roland Garros, programado para maio, foi transferido para setembro. Tal qual Wimbledon, o campeonato em Paris (França) só deixou de ocorrer até hoje por conta das duas guerras mundiais. Já o US Open (Estados Unidos), previsto para iniciar em 24 de agosto, continua nos planos, segundo nota da Associação de Tênis dos Estados Unidos (USTA, sigla em inglês).

Ainda nesta quarta (1), as Associações dos Tenistas Profissionais (ATP) e de Tênis Feminino (WTA, sigla em inglês), além da Federação Internacional de Tênis (ITF, sigla em inglês) – responsável pelos torneios de juniores, veteranos e cadeirantes – prorrogaram a suspensão de seus respectivos circuitos mundiais até 13 de julho, justificando “priorizar a saúde e a segurança da comunidade tenística e do público em geral”.

Continue lendo

Esportes

COI anuncia novas datas para Olimpíada e Paralimpíada do Japão em 2021

Publicado

em

Foto: Reuters

Os Jogos de Tóquio (Japão) estão oficialmente remarcados. A Olimpíada será disputada entre 23 de julho e 8 de agosto de 2021. Já a Paralimpíada ocorrerá entre 24 de agosto e 5 de setembro, também do ano que vem.

O anúncio foi feito nesta segunda-feira (30) após uma conferência por telefone entre o presidente do Comitê Olímpico Internacional (COI), Thomas Bach, e as autoridades japonesas. O adiamento dos Jogos, confirmado na última terça-feira (24), deu-se por conta da pandemia do novo coronavírus (covid-19) que, além de colocar em risco a saúde de atletas, técnicos, dirigentes e torcedores, prejudicou a preparação dos esportistas com o cancelamento de competições e o fechamento de clubes e centros de treinamento.

“Estou confiante de que, trabalhando junto com o Comitê Organizador dos Jogos, patrocinadores e governo japonês, poderemos enfrentar esse desafio sem precedentes. A humanidade se encontra em um túnel escuro, e esses Jogos podem ser a luz no fim deste túnel”, declarou Bach, após a reunião, conforme nota oficial publicada no site do COI.

“As novas datas dão certeza aos atletas, aos patrocinadores e ao resto do mundo. A prioridade de todos no movimento paralímpico deve ser manter-se a salvo com famílias e amigos nesse momento sem precedentes. Vamos trabalhar com as federações internacionais e estabelecer novos critérios de qualificação, respeitando totalmente aqueles já classificados aos Jogos”, afirmou, também em nota, o presidente do Comitê Paralímpico Internacional (IPC, sigla em inglês), Andrew Parsons.

Entre os próximos detalhes a serem solucionados, estão a confirmação dos locais de prova – os comitês responsáveis pelos Jogos precisarão renegociar contratos para utilização de estruturas acordadas para 2020 – e a situação dos ingressos que já haviam sido comercializados.

Continue lendo

+ lidas

error: O conteúdo está protegido!!!