conecte-se conosco

Meio Ambiente

Saída do feriadão de Carnaval tem previsão de chuva em boa parte de Minas

De acordo com o TempoClima PUC Minas, a massa de ar relativamente frio que vem do sul do país provoca ligeiro declínio na temperatura e chuvas acentuadas no estado nos próximos dias

Publicado

em

A partir desta quinta-feira (1º de fevereiro), até o próximo dia 9, quando ocorre a saída para o feriadão do Carnaval, vai chover em boa parte do estado, incluindo a Região Central de Minas, onde estão as principais folias das Gerais, segundo a previsão do instituto TempoClima PUC Minas.
“Espera-se acentuado volume pluviométrico no Noroeste, Norte, Nordeste e Leste de Minas Gerais. A massa de ar relativamente frio que vem do sul do país provoca ligeiro declínio na temperatura do ar em parte do estado”, informou o instituto.
De acordo com análise de imagens de satélites, nos próximos dias as precipitações serão intensas em Palmital de Minas e Cabeceira Grande, no Noroeste, próximo a Unaí, com possibilidade de chover de 70 a 90 milímetros. Também no Vale do Aço e do Rio Doce, há previsão de chuvas fortes. Na Região Central varia de 50 a 60 mm, assim como no Triângulo. A situação é mais tranquila no extremo Sul, com índices de 20 a 40 mm.
Na capital, e cidades da Região Metropolitana de Belo Horizonte, houve queda nos termômetros, com chuvas de baixa a média intensidade. Nas nove regionais de BH, a de Venda Nova, de acordo com a Coordenadoria Municipal de Defesa Civil, choveu 50,4 milímetros até as 20h10. Outras regiões que tiveram maiores índices foram Nordeste, com 25 mm, Noroeste, 26,6 mm, Oeste, 29 mm, e Pampulha, 25 mm. A média de precipitações em fevereiro na capital é 188,4 mm.

Veja como fica o estado no período de chuvas até o fim da próxima semana
(Foto: TEMPOCLIMA PUC Minas/Divulgação)


De acordo com o Tempo Clima Puc Minas, no decorrer dos próximos dias, o tempo fica encoberto de nuvens com pancadas de chuva isolada na Região Metropolitana de Belo Horizonte. Há risco de tempestade com acentuado volume pluviométrico na capital. As chances de chuva serão maiores entre o final da tarde e início de noite.
No Sul de MG, além de chuvas leves, na Serra da Mantiqueira, a mínima chegou nesta quinta-feira a 8,6°C, em Maria da Fé, em pleno verão.Risco de chuva significativa na Grande Belo Horizonte.
Fonte: Estado de Minas

Meio Ambiente

Chuva atinge volume de 58,0 mm em Ituiutaba sendo uma das maiores concentrações no país nas últimas 24 horas

Publicado

em

Instabilidades retornaram com força sobre áreas do Centro-Norte do país nas últimas horas. Um bloqueio atmosférico, que impedia o avanço das chuvas foi rompido, com uma frente fria chegando do Sul na terça-feira (12) e a tendência é de precipitações ainda por vários dias.

De acordo com imagens de satélite do instituto meteorológico brasileiro, nesta quinta-feira, instabilidades nas primeiras horas do dia estavam mais presentes sobre partes dos estados localizados nas regiões Sudeste, Centro-Oeste, Norte e Nordeste (veja o mapa acima).

Nas últimas 24 horas, as chuvas mais volumosas em todo o Brasil já estiveram mais concentradas sobre áreas da faixa Centro-Norte do país. Os cinco maiores acumulados foram registrados em São João do Piauí (PI): 82,6 mm, São Simão (GO): 69,8 mm, Ariquemes (RO): 62,2 mm, Ituiutaba (MG): 58,0 mm e Alegre (ES): 56,4 mm.

Veja o mapa de precipitação acumulada nas últimas 24 horas em todo o Brasil:

Outras medições também apontam chuvas volumosas em áreas do Rio de Janeiro, com acumulados que chegaram a superar os 100 mm em 24 horas, inclusive com danos em localidades da capital, como deslizamentos, enchentes e quedas de árvores. Segue o alerta de chuvas fortes a moderadas na cidade.

Mapas estendidos apontam que essas chuvas, que retornaram a partir de terça-feira sobre o Centro-Norte, devem seguir pelo menos até o fim da primeira quinzena de fevereiro, que é o período máximo que o modelo Cosmo consegue avançar. Mas tendências já apontam precipitações até final do mês.

Fonte: Notícias Agrícolas

Continue lendo

Meio Ambiente

Secura do ar é crítica em parte da Região Sudeste; Ituiutaba é um dos locais mais secos

Publicado

em

Níveis de umidade do ar extremamente baixos, menores do que 20%, voltaram a ser observados em área do oeste e norte de São Paulo e de Minas Gerais na tarde desta segunda-feira, 10 de setembro. O Instituto Nacional de Meteorologia registrou 11% em Votuporanga (SP), 12% em Jales (SP), Uberlândia (MG) e em Ituiutaba (MG), 13% em Valparaíso (SP), Pirapora (MG) e Conceição das Alagoas (MG).
Em todos estes locais, a umidade no ar ficou abaixo dos 20% por pelo menos 5 horas consecutivas. A Organização Mundial da Saúde recomenda um nível mínimo de 60% de umidade no ar para o conforto e saúde do ser humano.
Esta secura do ar vem sendo observada pelo interior do Sudeste há vários dias e vai continuar nas próximas 48 horas. A boa notícia é que a semana que está começando muito seca vai terminar em pancadas de chuva em vários locais do Sudeste.
Ar úmido no leste da Sudeste
A recente passagem de uma frente fria intensificou o vento marítimo sobre o Sudeste, mas que só tiveram força para deixar o ar úmido no leste da Região, que é a região próxima do mar. Assim, nesta terça-feira, 11 de setembro, a umidade fica alta no estado do Rio de Janeiro, no Espírito Santo e até nas áreas mineiras da Zona da Mata e do Vale do Rio Doce, que ficam próximas destes outros dois estados. Estas regiões passam o dia com muitas nuvens e tem até condições para um pouco de chuva, mas com fraca a no máximo moderada intensidade.
As capitais Rio de Janeiro e Vitória também podem ter chuva nesta terça-feira e umidade no ar fica acima dos 50%. Já na Grande Belo Horizonte, é o ar seco que predomina, com níveis de umidade do ar entre 20% e 30% nas horas mais quentes do dia. São Paulo tem muitas nuvens e períodos com sol, mas não há previsão de chuva para esta terça-feira. A umidade relativa do ar deve ficar acima dos 40%.
Secura no interior de SP e de MG
A situação das áreas no centro, no oeste e norte de São Paulo e de Minas Gerais ainda é de ar muito seco nesta terça-feira, 11, e também na próxima quarta-feira. O nível de umidade no ar fica novamente entre 10% e 20% por várias horas durante a tarde e a temperatura varia, em geral, de 33°C a 36°C.
Previsão de chuva
A partir de quarta-feira, 12 de setembro, há previsão de pancadas de chuva para várias áreas do Sudeste. O Sul de Minas pode ter chuva partir de quarta-feira. Entre quinta-feira e sábado pode chover no oeste e norte de São Paulo. O Triângulo Mineiro e a região da Grande Belo Horizonte podem ter um pouco de chuva na sexta-feira ou no sábado.
Mas a chuva que ocorrer não deve ser generalizada e vai aliviar a secura por pouco tempo.
Fonte: Climatempo

Continue lendo

Meio Ambiente

Lei punirá infratores por queimadas em lotes vagos em Ituiutaba

Publicado

em

A Prefeitura de Ituiutaba, através da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e em parceria com a Polícia Militar de Meio Ambiente, Corpo de Bombeiros, entidades e a sociedade civil organizada deu um grande passo na última terça-feira (31) para educar, conscientizar e evitar uma prática maléfica, corriqueira e muito comum em grande parte das cidades brasileiras: as queimadas.
“Iniciativas importantes foram tomadas na defesa e manutenção do meio ambiente em nosso município. Agora, queremos temos uma secretaria que cuida deste assunto e com essa legislação, pretendemos alcançar uma consciência coletiva entre os cidadãos”, disse o prefeito Fued, durante o ato de sanção da lei municipal 4.582/2018.
O Secretário de Meio Ambiente, Ivanilson Neves, em relação à nova legislação, ressaltou não se tratar de iniciativa com objetivos punitivos, mas sim de ajudar a informar a população sobre consequências graves que a queimada causa.
“É sabido que ato da queimada causa danos ao meio ambiente, contudo, pode desencadear em situações como prejuízos a saúde, além da possibilidade de acidentes. Então, num esforço em conjunto com vários parceiros, vamos nos esforçar para eliminar essa prática”, disse Ivanilson.
Ainda de acordo com o secretário Ivanilson, em colaboração com o Ministério Público, forças policiais do Meio Ambiente e Corpo de Bombeiros, será discutido ampliar as dicas de educação ambiental. Atualmente, são ofertados cursos com conteúdo apostilado em cinco escolas públicas de Ituiutaba, alcançando 200 crianças.
A Lei Municipal 4.582/18 passou por análises de comissões e duas votações na Câmara Municipal de Ituiutaba. O artigo 1º resume bem a finalidade: “Fica proibida a queima de resíduo sólido, mato ou qualquer material orgânico ou inorgânico, no âmbito do perímetro urbano do município de Ituiutaba”. Infringir essa legislação, pode ocasionar em infrações e multas de natureza leve, média e grave, com aplicações variando de 50 a 100 Unidade Fiscal Municipal (UFM). Uma UFM hoje representa R$3,44. Na prática, o valor será de cerca de R$ 172,00 aos infratores primários, e de R$ 688,00 em caso de reincidência. Pessoas físicas e jurídicas estarão aptas a serem penalizadas por tais infrações.
A solenidade de sanção da lei regulamentando as queimadas no município de Ituiutaba contou com as presenças do tenente Luiz Donizete Silva (Corpo de Bombeiros); secretária de Desenvolvimento Econômico, Darlene Moura; Thiago Ferraz de Oliveira (6ª Promotoria de Justiça da Comarca de Ituiutaba); presidente do Rotary Ituiutaba e da Câmara de dirigentes Lojistas – CDL, Rodrigo Keiji Ferreira da Silva; Eduardo Venâncio da Rocha (Sgt. 3º Grupamento de Polícia de Meio Ambiente); presidente da Associação de Bairros, Valtercides Morais; presidente da Associação Comercial, Oleir Borges; vereador Pastor Amaury (Representando a Câmara Municipal) e professor Doutor Guilherme Garcia (Universidade Federal de Uberlândia – Campus Pontal.

Continue lendo

+ lidas