Geral CBMMG

CBMMG atuou em três ocorrências de incêndio no domingo (21) em Ituiutaba

CBMMG atuou em três ocorrências de incêndio no domingo (21) em Ituiutaba

22/06/2020 10h44 Atualizada há 4 meses
Por: R. A. C. O.
CBMMG atuou em três ocorrências de incêndio no domingo (21) em Ituiutaba
Pelo menos três incêndios foram registrados em Ituiutaba no último domingo, 21, com atuação do Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais. O primeiro atingiu um lote vago situado próximo ao Cemitério Parque da Saudade, no Bairro Pirapitinga, por volta das 8h. O 2° Pelotão do Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais em Ituiutaba foi acionado para conter as chamas e, assim que a guarnição chegou ao local, elas foram debeladas por ataque direto com água, sendo evitada sua propagação. O combate durou, aproximadamente, 25 minutos e foram gastos em torno de 500 litros de água. Não se sabe a causa do incêndio, que queimou 800 metros quadrados de vegetação de superfície. Por volta das 18h20, houve incidência de outro incêndio, dessa vez no Bairro Nova Ituiutaba III, numa Área de Preservação Permanente particular. O caminhão do CBMMG deslocou-se até o local do sinistro e efetuou o combate, utilizando mangueiras com água sob pressão. O fogo foi debelado em 30 minutos e foram necessários 2.000 litros de água para o combate, que destruiu em torno de 400 metros quadrados de vegetação. Ainda no domingo, por volta das 18h, houve mais um incêndio, dessa vez num lote às margens do Córrego Pirapitinga, nas proximidades da Avenida 14 com Rua 11, no Centro. Haviam habitações próximas das chamas, que produziram muita fumaça. O fogo foi debelado em cerca de 2 horas, por meio de técnicas de combate a incêndios florestais, com uso de abafadores e mochila costal. O período de estiagem concentra o maior índice de queimadas ao longo do ano. Os focos de incêndio são derivados do tempo seco e da ação humana. A falta de chuva, a baixa umidade relativa do ar, a elevação das temperaturas durante o dia e a forte incidência de ventos criam condições ideais para formação e propagação de incêndios em vegetação. Os bombeiros militares alertam que provocar incêndios em matas, lixo e entulho é crime ambiental. Embora, ainda seja prática comum na população, é ilegal e pode trazer prejuízos irreparáveis ao meio ambiente e à comunidade.
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.