Cotidiano JUSTIÇA

Ituiutaba: TJMG realiza júri popular com três acusados pela morte de Sueli

O trio é acusado pela morte da vítima, que ficou desaparecida por cerca de 50 dias

17/09/2020 12h05 Atualizada há 1 mês
Por: R. A. C. O.
Foto: Pontal em Foco
Foto: Pontal em Foco

Está em andamento no Tribunal de Justiça de Minas Gerais - TJMG, no Fórum de Ituiutaba, o júri popular relacionado ao desaparecimento e morte de Sueli Aparecida da Silva, de 37 anos, que teve o corpo encontrado pelas autoridades policiais no dia 20 de maio de 2019. São acusados pelos crimes Rollander José Camargos, Vilson de Morais e Juliana Alves Ferreira. Eles respondem pelos crimes de homicídio e ocultação de cadáver.

O júri popular é previsto para um único conjunto de crimes, os crimes dolosos contra a vida, sejam eles tentados ou consumados. Esses crimes são os crimes intencionais de homicídio, infanticídio, aborto ou participação em suicídio. A função dos jurados é determinar se houve o crime em questão e se o réu participou ou não desse crime. Ou seja, o júri popular determina se o crime aconteceu e se o réu é responsável pelo crime. Se houver resposta positiva para as duas perguntas, haverá uma terceira decisão: se o réu participante do crime deve ou não deve ser absolvido.

Continua depois da publicidade

A expectativa é de que a audiência seja encerrada no fim da tarde desta quinta-feira, 17, quando os acusados terão ciência do teor do veredito e da sentença, que determinará se serão considerados culpados ou absolvidos.

O crime

Continua depois da publicidade

Sueli desapareceu no dia 30 de março, quando foi vista pela última vez na companhia de Rollander, em seu veículo. A Polícia Civil de Minas Gerais - PCMG, apontou, na época, que ela teria sido atingida por golpes de faca ainda no interior do automóvel, quando foi dopada e levada para um local de difícil acesso, na zona rural de Ituiutaba, onde foi executada e deixado em uma área de mata. O acusado por planejar a ação afirmou aos policiais, na época, que o fez por ter recebido supostas ameaças de Sueli de relatar para sua namorada sobre o relacionamento dos dois, casos ele não a assumisse. Vilson e Juliana teriam sido pagos pelo mandante para auxiliar nas ações do crime, como no deslocamento e desova do corpo na zona rural.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ituiutaba - MG

Ituiutaba - Minas Gerais

Sobre o município
Ituiutaba é um município do interior do estado de Minas Gerais, Região Sudeste do país. Sua população em julho de 2019, de acordo com a estimativa do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, era de 104 671 habitantes.