conecte-se conosco

Política

Zema reforça trabalho de prevenção e defende ações do Governo Federal para minimizar impactos econômicos do Coronavírus

Publicado

em

Foto: Agência Minas

O governador de Minas Gerais, Romeu Zema, participou na manhã desta quarta-feira (25/3) de uma videoconferência com o presidente da República, Jair Bolsonaro, ministros de Estado e demais governadores do Sudeste do país para discussões e alinhamento das ações de enfrentamento contra o Coronavírus no Brasil.

Na reunião, Zema ressaltou a importância de, neste primeiro momento, adotar as medidas de prevenção contra a doença – respeitando as determinações já adotadas pelo governo e as da Organização Mundial de Saúde (OMS), mas também defendeu ações efetivas do governo federal para minimizar os impactos econômicos à população.

“Quero lembrar que em Minas Gerais nós estamos adotando as melhores práticas, aquelas recomendadas pela Organização Mundial da Saúde e já adotadas em países desenvolvidos. Queremos, em primeiro lugar, a preservação da vida. Foi uma reunião bastante produtiva, tenho certeza que Minas e o Brasil estão tomando as medidas certas para que nós venhamos a superar este que talvez seja o momento mais difícil das últimas décadas”, afirmou o governador.

O presidente Jair Bolsonaro se mostrou preocupado com o problema econômico que a crise poderá causar ao país, gerando milhares de desempregados. Segundo ele, é preciso “cooperação” para que o país passe pela crise. “Esse é o quadro que se apresenta entre nós e temos que, juntos, buscar alternativas para esta questão”, explicou.

A preocupação com a economia do país também foi compartilhada pelo governador Romeu Zema, que apresentou algumas demandas ao governo federal que poderiam ajudar o Estado a passar por este momento de instabilidade econômica.

“Compartilho a preocupação do presidente Bolsonaro com a questão econômica e, muito provavelmente, o Ministério da Economia deverá propor medidas visando a preservar os empregados e também os empregadores, inclusive mencionei isso com o ministro Paulo Guedes. É importantíssimo nós termos algumas medidas neste sentido com uma certa urgência. E levei também os pleitos de Minas Gerais, que está sendo fortemente impactado. Vamos ter, caso esta situação perdure, uma queda na arrecadação de ICMS da ordem de R$ 7,5 bilhões, e isso seria catastrófico para o nosso Estado. Dentro disso, levei o pleito para que o governo federal tente antecipar os recursos da Lei Kandir e tente encaminhar e fazer com que o Congresso aprove o quanto antes o projeto Mansueto, que vai ajudar os Estados endividados”, reforçou o governador Romeu Zema.

Entre algumas das ações de apoio aos estados apresentadas pelo governo federal durante a reunião estão a suspensão do pagamento da dívida dos Estados com a União, a manutenção dos repasses do Fundo de Participação dos Estados e a ampliação dos investimentos na saúde para o enfrentamento ao coronavírus.

O ministro da Economia, Paulo Guedes, ressaltou a importância da parceria entre os estados e a União na construção de saídas para a crise econômica. “O governador Romeu Zema, particularmente, sempre conduziu muito bem o ajuste dele. Nos encontramos várias vezes em Brasília. Ele sempre foi lá, foi atendido, tivemos pelo menos dez reuniões ou mais, ele nos mostrando como fez esses ajustes durante esse período, e nós o estimulamos e dissemos que vamos apoiar, mas que precisamos de ferramentas legais. O plano Mansueto é uma delas e, agora, podemos acelerar o processo. Nós precisamos de dinâmica em um momento como este em que todos estão em crise”, afirmou.

Também participaram da videoconferência, pelo governo federal, o vice-presidente da República, general Hamilton Mourão; o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta; além de demais secretários. Por Minas Gerais, os secretários de Governo, Igor Eto, de Fazenda, Gustavo Barbosa, de Planejamento e Gestão, Otto Levy, e o secretário-geral, Mateus Simões, também participaram da reunião.

Política

Debate sobre distanciamento social com professor e advogado contou com grande participação de internautas; assista

Publicado

em

O Bom Dia Pontal desta quinta-feira, 21, apresentou um debate que abordou ações de distanciamento social em Ituiutaba, principalmente, sobre flexibilização ou endurecimento das medidas sobre o funcionamento do comércio.

O debate contou com participação do membro da Direita Minas, Jefferson José e do presidente do Partido dos Trabalhadores em Ituiutaba, Professor Tico.

O debate foi mediado por Adelino Júnior, diretor do Pontal em Foco, e proporcionou que os participantes apresentassem diferentes pontos de vista sobre o assunto, abordando também questões sobre política.

Por diversas vezes os convidados divergiram nas opiniões apresentadas, sendo proporcionado o direito de resposta em todos os temos discutidos. O encontro também foi marcado por grande participação de internautas, com questionamentos e posicionamentos distintos sobre o pontos elencados na ocasião. Assista no vídeo acima na íntegra!

Continue lendo

Política

Em entrevista, deputado federal falou sobre ações contra Covid-19 em Ituiutaba

Publicado

em

O Pontal em Foco entrevistou nesta quarta-feira, 20, Franco Cartafina Gomes, natural de Uberaba/MG, eleito deputado federal no dia 7 de outubro de 2018, com 53.390 votos.

O deputado falou sobre ações realizadas em prol de Ituiutaba, principalmente, relacionadas à Saúde.

Em 2020, o deputado enviou emenda no valor de R$ 200 mil para o Hospital São José, recurso para custeio de média e alta complexidade no combate ao Coronavírus.

O deputado também falou sobre o Programa Federativo de Enfrentamento ao Coronavírus, que votou favorável, e que deve enviar para Ituiutaba recurso no valor de R$ 11.520.901,86, em auxílio financeiro para amenizar os efeitos da crise, atender os pacientes e conter a Covid-19. O valor inclui repasses diretos e suspensão de dívidas e deve ser repassado em 4 parcelas.

Outros assuntos foram abordados na entrevista. Confira na íntegra no vídeo acima!

Continue lendo

Política

“O PP apoiou Leleu e Wender, mas os protocolos firmados após eleições não foram cumpridos”, diz pré-candidata Maria Cecília

Publicado

em

A ex-prefeita de Gurinhatã Maria Cecília anunciou pré-candidatura para o cargo de chefe de Executivo do município. Ela foi entrevistada pelo Pontal em Foco na manhã desta quarta-feira, 20.

Maria Cecília explicou que o seu partido, o PP (Partido Progressista), cobrou que a legenda tivesse candidatura própria em Gurinhatã, sendo que em uma das reuniões com lideranças disponibilizou seu nome para disputa do próximo pleito. A ex-prefeita esteve no cargo por oito anos, sendo eleita e reeleita.

Sobre Gurinhatã, a entrevistada avaliou que a receita do município na ocasião de seus mandatos era consideravelmente inferior, contudo, era possível realizar boas ações, o que considerou notar maior dificuldade na atual administração, do prefeito Wender Luciano.

Maria explicou que o partido apoiou as campanhas dos ex-prefeitos Leleu e Wender Luciano, contudo, os protocolos firmados politicamente não foram cumpridos pelos administradores em questão. “Esperávamos trabalhar em cooperação, buscar recursos, contudo, não houve abertura. O intuito de contribuir com o desenvolvimento do município não pôde prosperar”, ressaltou.

Além disso, diversos outros assuntos foram abordados. Confira na íntegra no vídeo acima!

Continue lendo

+ lidas

error: O conteúdo está protegido!!!