Connect with us

Oi, o que você está procurando?

Saúde e Bem-estar

Minas Gerais amplia capacidade de testagem do Covid-19

Durante entrevista coletiva realizada na tarde desta quarta-feira (1/4), na Cidade Administrativa, o secretário de Estado de Saúde (SES-MG), Carlos Eduardo Amaral, anunciou reforço no diagnóstico dos casos de coronavírus em Minas Gerais. Agora, além dos laboratórios credenciados que já realizam o processamentos dos exames, a Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) passará a realizar os testes a partir desta quinta-feira (2/4).

“Além da capacidade operacional da Funed, estamos iniciando uma rede de laboratórios no Estado e a UFMG vai fazer parte disso. Com isso, buscamos realizar mais diagnósticos da população mineira. Atualmente, os exames realizados em Minas são por diagnósticos via PCR, ou seja, é analisada a presença do vírus na mucosa e em secreções nasais do paciente. Com o PCR, identificamos as pessoas que têm presença do vírus, confirmando como positivo para o coronavírus, ou seja, a pessoa está com o vírus”, explicou.

Anúncio. Role para continuar a leitura.

Ainda segundo o secretário, está prevista a entrega de kits de testes rápidos, por parte do Ministério da Saúde, para todos os estados.

Os testes rápidos são diferentes dos PCRS e identificam anticorpos já gerados pelo do vírus. Dessa forma, seu objetivo é saber se a pessoa já teve ou não contato com o vírus em algum momento.

“Esses testes serão importantes para uma fase um pouco mais avançada da epidemia, quando começarmos a pensar em afrouxar ou modificar as medidas de isolamento. Por isso o MS já está sinalizando a distribuição dos testes aos estados. Além disso, também estamos buscando a aquisição desses itens, pois precisaremos ter um pouco mais de segurança sobre quem já teve contato com o Covid-19 e está protegido, e aqueles que não tiveram contato ainda e precisam de cuidados. Do ponto de vista técnico, não achamos interessante a utilização dessa metodologia neste momento”, disse.

Anúncio. Role para continuar a leitura.

Além dessas medidas, Carlos Eduardo Amaral informou que o Governo do Estado conta com a adesão de 48 dos 74 Consórcios Intermunicipais de Saúde ao edital de seleção para o enfrentamento das emergências de saúde em Minas. “Essa adesão tem o objetivo de complementar as ações de serviços de saúde e proporcionar, por meio desses consórcios, mais agilidade no enfrentamento ao Covid-19”, pontuou.

Leitos

A também SES-MG está trabalhando no fortalecimento da assistência e disponibilização de  leitos. Atualmente, o Sistema Único de Saúde (SUS) de Minas Gerais conta com 2.795 leitos de UTI que poderão ser utilizados para atendimento dos casos graves de infecção pelo coronavírus.

Anúncio. Role para continuar a leitura.

De acordo com o secretário, “o Estado conta com 300 leitos de enfermaria que já estão em funcionamento no atendimento a pacientes com Covid-19. Temos, também, 50 leitos de UTI que serão realocados para ampliar o atendimento, e estamos lançando o edital para a contratação de até 2.000 leitos na rede de prestação de serviços associados à secretaria estadual de Saúde. Esse edital será muito importante, pois permitirá a ampliação importante da rede de leitos do Estado”, disse.

Curva epidemiológica

De acordo com o secretário Carlos Eduardo Amaral, a projeção em relação às incidências de casos no estado, realizada pela SES-MG e pela UFMG, indicava uma curva semelhante à de países como China e Itália. Diante disso, o acompanhamento dos casos passou a acontecer diariamente.

Anúncio. Role para continuar a leitura.

“Em 19/3, identificamos esse início da elevação dos casos. Assim, reunimos a equipe técnica e, com esse dados, optamos por iniciar a indicação do isolamento social. Com as ações de isolamento, realizada nas últimas semanas, tivemos um retardamento dessa curva, que deixou de ser verticalizada e começou a ascender lentamente. Isso é muito importante, pois o pico da curva foi retardado e, com isso, a pressão sobre o serviço de saúde está relativamente controlada”, avaliou.

Boletim epidemiológico 1/4

De acordo com o boletim epidemiológico publicado na manhã da última quarta-feira (1/4), Minas Gerais tem 34.018 casos suspeitos para Covid-19 e 314 casos confirmados. Quarenta e cinco (45) óbitos estão em investigação e três óbitos foram confirmados.

Anúncio. Role para continuar a leitura.

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também:

Economia

O investimento em fontes de energia limpa em Minas Gerais contribui não só com a adoção de uma matriz renovável, reduzindo a emissão de...

Ocorrências

Na última terça-feira (02), a Polícia Civil de Minas Gerais realizou a prisão em flagrante, no município de Juiz de Fora, de um homem...

Cotidiano

O coronel Rodrigo Sousa Rodrigues será o novo comandante-geral da Polícia Militar do Estado de Minas Gerais (PMMG). Rodrigo, que até então acumulava as funções...

Cotidiano

A Receita Estadual apresenta mais uma facilidade para os contribuintes e cidadãos mineiros com a mudança no processo de isenção de ICMS para aquisição de veículo...

Anúncio